sicnot

Perfil

Mundo

Se vai viajar de avião, não publique fotos do bilhete no Instagram

© Rafael Marchante / Reuters

Quem o avisa seu amigo é, assim reza o ditado. A maneira como as transportadoras aéreas processam a informação do passageiro não é a mais segura - e as redes sociais estão a piorar a situação.

Após décadas de progresso tecnológico, as companhias aéreas continuam a ter como garantia seis números codificados num código de barras impresso no bilhete de avião, de modo assegurar que a pessoa é mesmo quem diz ser. Contudo, por causa do Instagram (particularmente com a hashtag #boardingpass) estes códigos de barras são muito fáceis de encontrar.

A vulnerabilidade das informações pessoais na internet já é uma história antiga. Recentemente, o investigador Karsten Nohl fez uma apresentação em lembrou ao mundo o quão inseguro continua o sistema.

Nohl retirou um código de barras diretamente da hashtag e depois usou-o para entrar numa conta pessoal do site da Lufthansa. A partir daí, o investigador conseguiu encontrar toda a informação pessoal do passageiro e alterar os voos à sua vontade. Se alguma pessoa com outras intenções chegasse a este ponto, poderia tentar descobrir o número do cartão de crédito do passageiro.

Os sistemas são complicados, mas a maior informação a reter é simples: o bilhete de avião tem muita informação pessoal codificada num só código de barras. Não é aconselhável tirar fotografias do bilhete e colocá-las online, mesmo depois do avião levantar voo. Isto porque as informações pessoais irão continuar na internet e poderão ser retiradas.

Numa altura em que os telemóveis já podem estar ligados durante o voo, mais vale aproveitar e tirar uma fotografia ao céu e às asas do avião.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.