sicnot

Perfil

Mundo

El Salvador regista primeiro dia sem homicídios em dois anos

© Jose Cabezas / Reuters

El Salvador, um dos países com mais violentos do mundo, registou na quarta-feira um raro dia sem homicídios, pela primeira vez nos últimos dois anos, anunciaram esta quinta-feira as autoridades.

O comissário da Polícia Nacional Civil, Howard Cotto, disse hoje que não foram reportados quaisquer homicídios no dia anterior neste país da América Central, conhecido pela cifras negras de assassinatos e mortes violentas.

A última vez que El Salvador teve um dia sem assassinatos aconteceu em 22 de janeiro de 2015, segundo os registos da Associated Press. Aconteceu também em 2013 e em dois dias do ano precedente.

Em 2015, El Salvador registou 104 homicídios por 100.000 habitantes, a taxa mais elevada do mundo daquele ano para um país sem situação de guerra.

No ano passado, os assassínios baixaram cerca de 20%, mas ainda assim El Salvador manteve-se entre os países mais violentos com 81,2 mortes por 100.000 habitantes.

Lusa

  • Admissão de efetivos nas Forças Armadas aquém do pedido pelas chefias
    1:42

    País

    O Ministério das Finanças autorizou a admissão de mais efetivos nas forças armadas, este ano mas a integração fica muito abaixo do número pedido pelas chefias militares. Mário Centeno só terá autorizado a integração de cerca de três mil militares em vez das cinco mil vagas propostas pelas chefias do Exército, Força Aérea e Marinha.

  • EUA preparam-se para ver o primeiro eclipse solar total, 38 anos depois
    1:40
  • Pyongyang acusa Washington de atirar "achas para a fogueira"
    1:47

    Mundo

    A Coreia do Sul e os Estados Unidos iniciaram esta segunda-feira exercícios militares conjuntos. As manobras militares procuram ensaiar respostas a uma hipotética invasão da Coreia do Norte. Pyongyang já reagiu e diz que Washington está a atirar "achas para a fogueira". 

  • "É muito importante que os EUA mostrem determinação política e militar"
    0:50

    Mundo

    Os exércitos da Coreia do Sul e dos Estados Unidos iniciaram hoje as manobras anuais numa altura marcada pela recente escalada de tensão entre Pyongyang e Washington. Para Miguel Monjardino, comentador da SIC, estes exercícios militares são encarados como uma provocação para a Coreia do Norte. Monjardino defende que é importante que os EUA mostrem determinação no atual clima de tensão nuclear.

  • China prepara-se para inaugurar comboio mais rápido do mundo
    1:08
  • Morreu o rei da comédia
    2:08

    Cultura

    Um dos grandes nomes do humor norte-americano morreu ontem, aos 91 anos. Jerry Lewis era comediante, ator, argumentista, cantor e realizador. Considerado o rei da comédia, Lewis influenciou diferentes gerações de comediantes e foi defensor de várias causas humanitárias, entre as quais a distrofia muscular.

  • A insólita entrevista de Jerry Lewis que se tornou viral
    2:39

    Cultura

    Jerry Lewis concedeu no início deste ano uma entrevista insólita que se tornou viral nas redes sociais. O comediante decidiu, pura e simplesmente, não colaborar com o entrevistado. Lewis tinha na altura 90 anos e continuava a trabalhar, tendo participado no filme "Max Rose", em 2016.