sicnot

Perfil

Mundo

Presidente eleito dos Estados Unidos diz que ex-adversária é culpada

© Rick Wilking / Reuters

O Presidente eleito norte-americano afirmou esta sexta-feira que o Partido Democrata não "se deve queixar" sobre a forma como o serviço federal de investigação (FBI) lidou com o caso dos correios eletrónicos da candidata derrotada Hillary Clinton.

Donald Trump recorreu, uma vez mais, à rede social Twitter para falar do caso Clinton: "Com base na informação que eles tinham, ela nunca devia ter sido autorizada a concorrer - culpada como tudo. Eles foram muito simpáticos com ela".

Na quinta-feira, o Departamento de Justiça norte-americano anunciou que ia analisar a investigação do FBI ao servidor privado de correio eletrónico de Hillary Clinton.

Em causa está também a decisão do FBI de divulgar informação sobre o caso, alguns dias antes das eleições.

Na altura, a equipa da campanha democrata acusou o FBI de influenciar os eleitores.
Na mensagem de hoje, Trump acrescentou que Clinton perdeu por ter feito "campanha nos estados errados - sem entusiasmo!".

O novo Presidente norte-americano toma posse na próxima sexta-feira, numa cerimónia a que Hillary Clinton assistirá na qualidade de antiga primeira-dama.

Lusa

  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40

    Economia

    Carlos Moedas diz que Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas a propósito da saída do procedimento por défice excessivo. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o comissário europeu levanta dúvidas sobre a renegociação da dívida e garante que a escolha de Mário Centeno para a liderança do Eurogrupo vai depender do entendimento dos países do euro.

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48