sicnot

Perfil

Mundo

Trump cometerá "pura loucura" se apostar na fragmentação da UE

© Mike Segar / Reuters

O embaixador norte-americano cessante junto da União Europeia (UE), Anthony Gardner, considerou esta sexta-feira que a futura administração de Donald Trump cometerá uma "pura loucura" caso aposte, como parece pretender fazê-lo, numa fragmentação da UE.

"Seria uma pura loucura pensar que ao apoiar uma fragmentação da Europa estaremos a defender os nossos interesses", declarou Anthony Gardner durante um encontro com os jornalistas, a uma semana da sua partida de Bruxelas.

O diplomata disse ter sido informado de diversos telefonemas efetuados por membros da equipa de transição de Donald Trump para instituições europeias, pretendendo saber se a saída do Reino Unido da UE implicaria mais abandonos.

"Foi uma das questões que se colocou, qual seria o próximo país a partir, e que é uma forma de sugerir que o edifício está prestes a desabar", referiu o número um da embaixada dos Estados Unidos junto da UE nos últimos três anos.

"É uma perceção que Nigel Farage (antigo líder do partido nacionalista britânico UKIP) está aparentemente em vias de transmitir a Washington. Trata-se de uma caricatura", acrescentou, numa referência ao eurodeputado britânico que liderou a campanha pelo Brexit, e que foi recebido por Donald Trump pouco após a sua vitória eleitoral de novembro.

Anthony Gardner, antigo responsável do Banco da América e da General Electric em Londres, designado embaixador por Barack Obama, recordou que os EUA apoiam desde há 50 anos a integração da UE, porque beneficia os dois blocos em diversos aspetos (político, económico, securitário).

A administração Trump vai efetuar "uma abordagem errada" caso mantenha unicamente as suas relações com os grandes países definidos como os melhores amigos, caso do Reino Unido ou Alemanha, partindo do "falso" princípio que a UE não é eficaz, assinalou ainda o diplomata norte-americano.

Lusa

  • A proposta dos partidos para a redução da dívida
    1:55

    Economia

    O PS e o Bloco de Esquerda querem mais 45 anos para pagar as dívidas à UE e juros mais baixos. As medidas fazem parte da proposta para a redução da dívida pública. No relatório que será enviado ao Governo, não é pedido perdão da dívida como os partidos da esquerda chegaram a defender.

  • Ministros de Governos de Sócrates ouvidos pelo Ministério Público
    1:54
  • Suspeito de atropelamento mortal fala de acidente 
    2:00
  • "Têm um verdadeiro amigo na Casa Branca"

    Mundo

    O Presidente norte-americano reafirmou esta sexta-feira o apoio ao direito de porte de armas no país, sublinhando, numa convenção daquele 'lobby', que "o ataque de oito anos às liberdades consagradas no Artigo 2.º [da Constituição]" terminou.

  • A história de Macron e Brigitte Trogneux, 25 anos mais velha
    1:25

    Eleições França 2017

    A segunda volta das eleições francesas acontece já no próximo dia 7 de maio. Caso Emmanuel Macron seja eleito, o país terá como primeira-dama uma mulher 25 anos mais velha do que o Presidente. Brigitte Trogneux tem 64 anos e Macron 39, conheceram-se no liceu privado de jesuítas, em Amiens. Brigitte era a professora e Macron o aluno. Conheça a história do casal. 

  • Autoridades garantem ter evitado novo ataque terrorista em Londres
    0:59

    Mundo

    A polícia britânica garante que evitou um novo atentado em Londres. Mulher baleada faz parte das oito pessoas que foram detidas numa operação antiterrorista na capital britânica e no sul de Inglaterra. A operação realizou-se após a detenção de um homem com três facas, nas imediações do Parlamento britânico.

  • Presidente da Macedónia convocou reunião de emergência

    Mundo

    O Presidente da Macedónia, Gjorge Ivanov, convocou esta sexta-feira uma reunião de emergência com líderes políticos, após manifestantes, maioritariamente apoiantes da maioria conservadora, invadirem o Parlamento e atacarem deputados da oposição, fazendo 77 feridos.

  • Polícia espanhola divulga imagens de operação anti-jihadista

    Mundo

    A polícia espanhola divulgou esta sexta-feira novas imagens da operação anti-jihadista levada a cabo na terça-feira em Barcelona. Sabe-se agora que dois dos nove suspeitos detidos podem estar relacionados com a célula terrorista de Bruxelas, responsável pelos ataques no Aeroporto de Zaventem e no metro da capital belga.

  • Menina que nasceu com três pernas já corre

    Mundo

    Uma criança do Bangladesh que cresceu com três pernas vai regressar a casa, depois de uma viagem até à Austrália, onde foi operada para retirar o membro a mais. Como resultado de um gémeo que não se formou por completo, a criança de três anos nasceu com uma terceira perna na pélvis. Alguns meses após a cirurgia, feita em novembro, a menina já corre.