sicnot

Perfil

Mundo

Berlim diz que declarações de Trump sobre a NATO são preocupantes

Evan Vucci

O ministro dos Negócios Estrangeiros alemão Frank-Walter Steinmeier disse esta segunda-feira que existe "preocupação" sobre as posições do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, que afirmou que a NATO é uma organização obsoleta.

Steinmeir, que participa na reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia, em Bruxelas, disse que se encontrou esta segunda-feira com o secretário-geral da Aliança Atlântica, Jens Stoltenberg.

"As declarações do presidente eleito (Donald Trump) foram recebidas com preocupação", adiantou o chefe da diplomacia de Berlim.

"As declarações contradizem as afirmações do responsável pela Defesa dos Estados Unidos", acrescentou Steinmeir referindo-se ao encontro mantido na semana passada com a Administração norte-americana, em Washington.

As declarações de Donald Trump, após a publicação de várias entrevistas a jornais europeus no domingo, foram interpretadas como uma aproximação ao presidente russo, Vladimir Putin.

Ao mesmo tempo, Trump voltou a criticar a Aliança Atlântica.

"Já disse há muito tempo que a NATO tem problemas", disse o presidente eleito dos Estados Unidos numa entrevista publicada no The Times, no Reino Unido, e no Bild, na Alemanha.

"Em primeiro lugar, (a NATO) é obsoleta porque foi delineada há muitos anos. Em segundo lugar, os países não estão a desempenhar o papel que devem cumprir", disse Trump nas entrevistas publicadas no domingo.

Steinmeir acrescentou que os comentários de Trump surpreenderam os ministros dos Negócios Estrangeiros que se reúnem esta segunda-fiera em Bruxelas.

Lusa

  • Desespero e euforia marcaram o 8.º dia de Mundial
    0:50
  • Comprava uma bola de futebol com 9 mil cristais Swarovski?
    2:51
  • Lisboa vence prémio Capital Europeia Verde de 2020

    País

    A cidade de Lisboa venceu o prémio de Capital Europeia Verde de 2020, anunciou o comissário da União Europeia para o Ambiente, Assuntos Marítimos e Pescas, Karmenu Vella, numa cerimónia que decorreu em Nijmegen, na Holanda.

  • Trump culpa democratas pela separação de pais e filhos
    0:22