sicnot

Perfil

Mundo

Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

© POOL New / Reuters

O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

"Muitos pensavam que Donald Trump ia suavizar (o discurso) depois das eleições, mas não nos esqueçamos que é um populista e que quer pôr em marcha o seu programa. O que disse é uma provocação, uma declaração de guerra à Europa", disse Manuel Valls, em entrevista à televisão francesa BFMTV.

O político de origem espanhola referia-se às declarações proferidas por Donald Trump, que criticou a lassitude da Alemanha no acolhimento de refugiados, qualificou de "grande coisa" a saída do Reino Unido da União Europeia, considerando que outros países poderiam abandonar o bloco europeu.Manuel Valls afirmou que Donald Trump procura a decomposição da Europa. Para o ex-governante, a solução é uma União Europeia unida e recordou que o "destino de França" está unido ao do bloco europeu.

Lusa

  • Dois jovens atropelados mortalmente no concelho de Montemor-o-Velho
    2:20

    País

    Dois jovens com cerca de 20 anos foram ao final da tarde deste sábado atropelados mortalmente na freguesia de Arazede, concelho de Montemor-o-Velho. O repórter da SIC Miguel Ângelo Marques falou com o segundo comandante dos Bombeiros Voluntários de Montemor-o-Velho, Rui Coceiro, que revelou que as vítimas foram declaradas mortas ainda no local.

  • Presidente de "O Sonho" suspeito de peculato e fraude
    2:26

    País

    O presidente das três instituições de solidariedade social de Setúbal - incluindo "O Sonho" -, que na sexta-feira foram alvo de buscas, foi constituído arguido. Florival Cardoso é, por enquanto, o único suspeito de peculato e fraude na obtenção de subsídios para as instituições.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07