sicnot

Perfil

Mundo

Número de civis mortos em dois anos de conflito no Iémen atingiu os dez mil

© Naif Rahma / Reuters

O responsável da ajuda humanitária das Nações Unidas no Iémen disse esta segunda-feira que o número de civis mortos em quase dois anos de conflito no país atingiu os 10.000, a que se somam 40.000 outros feridos.

Jamie McGoldrick, do Serviço para a Coordenação dos Assuntos Humanitários (OCHA), notou, em declarações aos jornalistas, que os dados se baseiam em listas de vítimas recolhidas por estabelecimentos de saúde, pelo que o número real pode ser maior. O conflito no Iémen, a nação mais pobre do mundo árabe, opõe os rebeldes xiitas 'huthis' e forças aliadas a uma coligação internacional liderada por sauditas.

A coligação iniciou uma campanha aérea em março de 2015 para restabelecer o governo reconhecido internacional e que abandonou o país depois de os 'huthis' terem ocupado a capital, Sanaa. As declarações de McGoldrick ocorreram quando o enviado especial da ONU para o Iémen, Ismail Ould Cheikh Ahmed, chegou a Aden (segunda cidade do país, no sul), que o governo de Abdrabuh Mansur Hadi transformou numa capital temporária.

Segundo responsáveis iemenitas, Ahmed vai apresentar um acordo de paz corrigido a Hadi, que rejeitou a última versão. Os esforços de paz encontram-se num impasse. Hadi tem pressionado para a aprovação de uma resolução do Conselho de Segurança que obrigue os 'huthis' a retirarem de todas as cidades e a entregarem as armas, enquanto os rebeldes xiitas pretendem a partilha do poder para desistirem de território e das armas.

  • Ministra emocionou-se no Parlamento
    2:26
  • "O que mais tem havido nesta altura são respostas precipitadas"
    7:21

    Opinião

    Foi um "debate contigo" o de hoje, no Parlamento, sobretudo no frente-a-frente entre António Costa e Passos Coelho, na opinião de Bernardo Ferrão. O subdiretor de informação da SIC sublinha uma declaração "mortal" do primeiro-ministro, quando este disse que "ninguém quer respostas precipitadas". Por outro lado, a comissão técnica independente pedida pelo PSD pode virar-se contra o próprio partido.

    Bernardo Ferrão

  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44

    Mundo

    A Ucrânia está a ser seriamente afetada por um novo ataque informático. Algumas empresas de grande dimensão estão a ser prejudicadas, agravando a dimensão global do ataque, o qual não parece ser dirigido a ninguém em concreto. Ontem, nas primeiras horas do ataque, não parava de crescer o número de vítimas.

  • Caricaturas de Trump invadem capital do Irão

    Mundo

    O Irão está a organizar um concurso internacional de caricaturas do Presidente norte-americano Donald Trump. Pelas ruas de Teerão já vão surgindo algumas imagens alusivas ao festival que vai realizar-se no próximo mês de julho.

  • De onde vem o dinheiro de Isabel II?

    Mundo

    A rainha Isabel II vai ser aumentada - pelo exercício das suas funções -, em 2018, para 82,2 milhões de libras (93,5 milhões de euros). Este valor é pago pelo Estado britânico. Contudo, esta não é a única fonte de rendimento da rainha de Inglaterra. Isabel II também recebe pelas terras, casas e empresas que tem espalhadas pelo Reino Unido.

  • Companhia aérea obriga deficiente físico a entrar no avião sem ajuda

    Mundo

    Um homem com uma deficiência física que o obriga a andar numa cadeira de rodas foi obrigado a subir sozinho as escadas de um avião da companhia aérea Vanilla Air. Hideto Kijima deparou-se com a situação quando estava a embarcar da ilha de Amami para Osaka, no Japão, com vários amigos que foram proibidos de o ajudar.