sicnot

Perfil

Mundo

Reino Unido convoca eleições na Irlanda do Norte

O Governo do Reino Unido dissolveu esta segunda-feira a assembleia da Irlanda do Norte e convocou eleições para 2 de março, depois da queda do governo regional, partilhado entre protestantes e católicos.

O ministro britânico para a Irlanda do Norte, James Brokenshire, anunciou a decisão, comunicando que o maioritário Partido Democrático Unionista (protestante) e o nacionalista Sinn Féin (católico) não conseguiram resolver a crise causada pela demissão do vice-primeiro-ministro Martin McGuinness.

O número dois do Sinn Féin abandonou o cargo na semana passada, em protesto contra a gestão de um escândalo financeiro detetado na política de energias renováveis do executivo regional, presidido pela líder do Partido Democrático Unionista, Arlene Foster.

O Sinn Féin exigiu a demissão da primeira-ministra da Irlanda do Norte, acusando-a de má gestão de dinheiros públicos relacionados com subsídios de programas de energias renováveis, mas Arlene Foster rejeitou uma investigação sobre a matéria.James Brokenshire disse esperar que os dois partidos se consigam entender após as eleições de 2 de março, apenas dez meses depois da última votação.

Lusa

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40
  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.