sicnot

Perfil

Mundo

Presidente chinês defende reequilíbrio da globalização

© Ruben Sprich / Reuters

O Presidente chinês declarou hoje, em Davos, que é preciso reequilibrar a globalização para a tornar "mais forte, mais inclusiva e mais duradoura".

Xi Jinping defendeu esta posição numa altura em que Pequim defende o livre comércio perante o isolacionismo pretendido pelo Presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump.

"Não serve de nada culpar a globalização" pelos problemas do planeta, indicou Xi, no discurso de abertura do Fórum Económico Mundial, citando o desemprego, as migrações e a crise financeira de 2008. Xi sublinhou que "qualquer tentativa de travar as trocas de capitais, tecnologias e produtos entre países é impossível e um recuo da história".

"Devemos continuar a apostar no desenvolvimento do comércio libre e dos investimentos (transnacionais) e dizer não ao protecionismo", insistiu, numa advertência a Trump. Xi Jinping é o primeiro chefe de Estado chinês a participar no Fórum Económico Mundial.

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.