sicnot

Perfil

Mundo

Presidente chinês defende reequilíbrio da globalização

© Ruben Sprich / Reuters

O Presidente chinês declarou hoje, em Davos, que é preciso reequilibrar a globalização para a tornar "mais forte, mais inclusiva e mais duradoura".

Xi Jinping defendeu esta posição numa altura em que Pequim defende o livre comércio perante o isolacionismo pretendido pelo Presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump.

"Não serve de nada culpar a globalização" pelos problemas do planeta, indicou Xi, no discurso de abertura do Fórum Económico Mundial, citando o desemprego, as migrações e a crise financeira de 2008. Xi sublinhou que "qualquer tentativa de travar as trocas de capitais, tecnologias e produtos entre países é impossível e um recuo da história".

"Devemos continuar a apostar no desenvolvimento do comércio libre e dos investimentos (transnacionais) e dizer não ao protecionismo", insistiu, numa advertência a Trump. Xi Jinping é o primeiro chefe de Estado chinês a participar no Fórum Económico Mundial.

  • Número de mortos nos incêndios sobe para 44

    País

    Os incêndios florestais que deflagraram no domingo em várias zonas do país provocaram 44 mortos, disse esta sexta-feira a adjunta do comando nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Patrícia Gaspar.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC

  • Aberta nova frente de guerra no Iraque
    1:20

    Mundo

    Uma nova frente de guerra no Iraque está aberta. O exército de Bagdade combate as forças curdas e luta pelo controlo da província petrolífera de Kirkuk. Na origem da ofensiva está o referendo não reconhecido à independência do Curdistão.