sicnot

Perfil

Mundo

Presos voltam a amotinar-se na cadeia brasileira onde morreram 26 detidos

© Stringer . / Reuters

Dezenas de presos voltaram a amotinar-se esta terça-feira na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, onde 26 detidos foram mortos no anterior motim, ocorrido no passado domingo.

A informação foi confirmada pelo Comando da Guarda da unidade prisional, que dizem que os presos amotinados estão armados com paus, pedras e facas.

Para conter a ação, a polícia brasileira teria usado bombas de efeito moral e efetuado disparos com balas de borracha.

Relatos da imprensa brasileira informam que há gritos e que os presos das fações criminosas Sindicato do Crime e do Primeiro Comando da Capital (PCC) terão montado barricadas dentro da cadeia.

Para prevenir fugas, o Governo brasileiro enviou efetivos da Força Nacional para a zona.

O Governador do Rio Grande do Norte, Robson Faria, declarou depois de sair de uma reunião com o ministro da Justiça, Alexandre Moraes, que o motim do passado domingo foi planejado pelo grupo criminoso PCC em retaliação pelas 56 mortes ocorridas noutra prisão, em Manaus, capital do Estado do Amazonas, no dia 2 de janeiro.

Desde o início do ano uma luta pelo poder envolvendo as três maiores fações criminosas do Brasil, o PCC a Família do Norte (FDN) e o Comando Vermelho (CV) está na origem de motins em várias prisões brasileiras.

Lusa

  • As zonas de guerra que o fogo deixou
    3:13

    País

    A chuva finalmente ajudou na luta contra as chamas e o que fica agora é um cenário de devastação no norte e centro do país. Morreram 37 pessoas, arderam centenas de casas e empresas e há críticas severas à falta de meios.

  • Visto do céu, Portugal é um país que se vestiu de negro
    3:28
  • Portugueses usam Facebook para marcar protestos contra incêndios

    País

    Os incêndios que têm acontecido este ano estão a causar revolta entre a população. Por essa razão, estão marcadas, através da rede social Facebook, várias manifestações para os próximos dias um pouco por todo o país. Os portugueses exigem a melhoria do sistema, para que as tragédias deste ano não se voltem a repetir.

  • "Estou a ficar sem água, vai ser um trabalho inglório"
    1:06
  • "Quem está no Governo tem sérias responsabilidades"
    1:07

    Opinião

    Pacheco Pereira aponta falhas do Estado, dos bombeiros e da Proteção Civil como causa dos incêndios que assolaram o país no passado domingo. O comentador da SIC considera que o Governo tem responsabilidade perante o que aconteceu.

  • Presidente das Indústrias de Madeira diz que fogos estão a afetar o setor
    0:39

    País

    A Associação das Indústrias de Madeira e Mobiliário desvaloriza que os industriais do setor possam comprar madeira mais barata, em resultado dos incêndios florestais. Em entrevista na SIC Notícias, o presidente da associação, Vítor Poças, considera que os fogos estão a prejudicar gravemente a indústria.