sicnot

Perfil

Mundo

Primeiro-ministro canadiano investigado por férias em ilha de Aga Khan

© Chris Wattie / Reuters

O primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, está a ser investigado pela Comissária de Conflitos de Interesse e Éticos do Parlamento, por ter passado férias na ilha privada de Aga Khan, nas Caraíbas.

É a primeira vez que a Comissária de Conflitos de Interesse e Ético, cujo cargo foi criado em 2007, investiga um primeiro-ministro canadiano.

A investigação foi confirmada esta terça-feira pela própria (Mary Dawson) numa carta enviada a um deputado da oposição, que a semana passada tinha advertido que Justin Trudeau poderia ter violado a Lei de Conflitos de Interesse.

Mary Dawson investiga se o uso por parte do primeiro-ministro do helicóptero privado de Aga Khan para voar para a ilha violou as leis canadianas, que impedem os membros do Governo de utilizar aviões privados.

A comissária vai também analisar se as férias na ilha de Aga Khan podem ser uma "prenda" para o primeiro-ministro canadiano.

Segundo as leis canadianas, os membros do Governo e os deputados ou os seus familiares não podem aceitar prendas que possam "influenciar" as suas decisões.

A fundação Aga Khan, que em 2014 inaugurou em Toronto o Museu Aga Khan e o Centro Ismaelita, recebe fundos do Governo canadiano.

Lusa

  • Atentado "falhado" em Nova Iorque
    1:43

    Mundo

    Uma explosão numa das zonas mais movimentadas de Manhattan fez quatro feridos, esta segunda-feira. Entre eles está o homem que transportava o engenho e que foi entretanto detido.

  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.

  • 10 Minutos com Leonor Beleza
    10:27

    10 Minutos

    A nossa convidada desta segunda-feira ainda é conhecida por ter sido ministra da Saúde e pelo seu trabalho à frente da Fundação Champalimaud. Mas desta vez vamos falar com Leonor Beleza sobre os 40 anos da revisão do Código Civil, em que esteve envolvida.

    Entrevista completa