sicnot

Perfil

Mundo

Rússia convida administração Trump a participar nas conversações sobre a Síria

© Mike Segar / Reuters

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergey Lavrov, revelou esta terça-feira que Moscovo está a convidar representantes da nova administração norte-americana para estarem presente nas futuras conversações sobre a Síria no Cazaquistão.

Em conferência de imprensa, Lavrov, citado pela Associated Press, disse que a Rússia está entusiasmada com o foco do Presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, no combate ao terrorismo.

Manifestou ainda esperança de que os peritos da Rússia e dos Estados Unidos possam iniciar conversações sobre o combate ao terrorismo na Síria, na capital do Cazaquistão, quando representantes do governo sírio e da oposição se encontrarem na próxima segunda-feira.

"Esperamos que a nova administração possa aceitar a proposta", afirmou o chefe da diplomacia russa, acrescentando que as conversações em Astana vão oferecer "a primeira oportunidade de discutir um combate mais eficaz contra o terrorismo na Síria".

Lavrov disse ainda que Rússia espera que a cooperação no sentido de resolver a crise Síria seja mais produtiva agora do que foi com a administração Obama.

Lusa

  • Governo vai avaliar situação da associação Raríssimas
    1:41

    País

    O Governo promete avaliar a situação da instituição Raríssimas e agir em conformidade, depois da denúncia de alegadas irregularidades na gestão financeira. A presidente da instituição terá usado dinheiro da Raríssimas para gastos pessoais como vestidos de alta-costura e alimentação. Esta é uma instituição que apoia doentes e famílias que convivem de perto com doenças raras. 

  • Diáconos permanentes: quem são e que cargo ocupam na comunidade católica
    10:04
  • Múmia quase intacta descoberta em Luxor
    1:23

    Mundo

    O Egito anunciou, este sábado, a descoberta de dois pequenos túmulos com 3.500 anos na cidade de Luxor. Foram também encontrados uma múmia em bom estado de conservação, uma estátua do deus Ámon Ra e centenas de artefactos de madeira e cerâmica ou pinturas intactas.