sicnot

Perfil

Mundo

Rússia convida administração Trump a participar nas conversações sobre a Síria

© Mike Segar / Reuters

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergey Lavrov, revelou esta terça-feira que Moscovo está a convidar representantes da nova administração norte-americana para estarem presente nas futuras conversações sobre a Síria no Cazaquistão.

Em conferência de imprensa, Lavrov, citado pela Associated Press, disse que a Rússia está entusiasmada com o foco do Presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, no combate ao terrorismo.

Manifestou ainda esperança de que os peritos da Rússia e dos Estados Unidos possam iniciar conversações sobre o combate ao terrorismo na Síria, na capital do Cazaquistão, quando representantes do governo sírio e da oposição se encontrarem na próxima segunda-feira.

"Esperamos que a nova administração possa aceitar a proposta", afirmou o chefe da diplomacia russa, acrescentando que as conversações em Astana vão oferecer "a primeira oportunidade de discutir um combate mais eficaz contra o terrorismo na Síria".

Lavrov disse ainda que Rússia espera que a cooperação no sentido de resolver a crise Síria seja mais produtiva agora do que foi com a administração Obama.

Lusa

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".