sicnot

Perfil

Mundo

Grupo extremista argelino reivindica atentado no Mali

© Reuters TV / Reuters

O grupo extremista argelino Mokhtar Belmokhtar, ligado à Al-Qaida do Magrebe Islâmico, reivindicou esta quarta-feira o atentado suicida no Mali que provocou dezenas de mortos, entre combatentes dos grupos signatários do acordo de paz.

O grupo identifica o autor do ataque de hoje como "Abdelhadi al-Foulani", referindo que é membro do movimento étino fula, em comunicado divulgado pela agência mauritana Al-Akhbar.O Governo do Mali disse que o ataque foi realizado por várias pessoas, referindo cinco bombistas suicidas.O ataque ocorreu hoje às 08:40 (mesma hora de Lisboa) na cidade de Gao (norte do Mali), tendo provocado, segundo a ONU, 79 mortos e 115 feridos.

Lusa

  • O primeiro eclipse solar do ano
    0:57
  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16