sicnot

Perfil

Mundo

Nove relógios do sistema de navegação Galileo falharam, anuncia ESA

Nove dos relógios a bordo dos 18 satélites do sistema de navegação europeu Galileo falharam, informou hoje a Agência Espacial Europeia (ESA), que assegurou que a operacionalidade do projeto, a versão europeia do GPS, não foi afetada.

O diretor-geral da ESA, Jan Woerner, precisou, numa conferência de imprensa, que se avariaram seis relógios 'maser' passivos de hidrogénio e outros três 'standard' de frequência atómica de rubídio, cujos erros estão a ser investigados.

Cada satélite está equipado com dois relógios 'maser' de hidrogénio passivos (na imagem) - um que serve de referência principal para gerar sinais de navegação e outro que é utilizado como reserva - e com outros dois de frequência atómica de rubídio, que servem de apoio aos primeiros em caso de falhas, para que exista sempre um operacional.

"É um tema sensível", admitiu Woerner, que destacou a importância desses relógios para o bom funcionamento do sistema Galileo, adiantando que não saber ainda se será possível recupera-los.

O diretor-geral da ESA salientou que, apesar de a operacionalidade do sistema Galileo não ter sido posta em causa, "se estas falhas começam a ser sistemáticas é preciso ter cuidado".

A ESA, disse o responsável, está a estudar se cancela a colocação em órbita de novos satélites até ter uma explicação para o problema ou se mantém os lançamentos, o que supõe a colocação nos satélites de um maior número de relógios tanto ativos como de reserva.

A ESA explica na sua página da internet que "conceptualmente" os utilizadores do Galileo determinam a sua posição mediante a medição do tempo que demoram a chegar a eles as ondas de rádio transmitidas pelos satélites, pelo que a precisão dessa medição é importante.

Woerner admitiu que não se sabem as causas da falha mas insistiu que o sistema de substitutos permitiu que todos os satélites estejam em funcionamento.

Atualmente com 18 satélites, todos já em órbita, o Galileo deverá contar até 2020 com uma "constelação" de 30 satélites, estando previsto o lançamento dos restantes 12 ao longo dos próximos anos, e só então o sistema de navegação europeu - pensado em 2001 para pôr fim à dependência do sistema norte-americano GPS (de origem militar) -- deverá atingir a sua plena capacidade operacional.

Além do Galileo e do GPS, a navegação global por satélite conta também com o sistema russo Glonass e com o chinês Beidou.

Lusa

  • Atirador canadiano mata combatente do Daesh a 3,5km de distância

    Mundo

    Um atirador das Forças Especiais do Canadá matou um combatente do Daesh com um tiro disparado a 3,5 quilómetros de distância, no passado mês de maio, no Iraque. O Comando de Operações Especiais canadiano garantiu à BBC que a distância do disparo, realizado com sucesso, é já considerada um recorde na história militar.

  • Revelada a verdadeira identidade de Banksy?

    Cultura

    O músico e produtor Goldie pode ter revelado a identidade do artista mais conhecido por Banksy, durante uma entrevista ao podcast do rapper Scroobius Pip. Goldie referiu Robert Del Naja de forma acidental e os fãs acreditam que a identidade do artista britânico foi finalmente desvendada.

  • "Mãe, por favor, para de dizer asneiras. Não quero que leves um tiro"
    0:51

    Mundo

    O Departamento de Investigação da Polícia do Minnesota divulgou esta sexta-feira um vídeo com imagens de um incidente que levou à morte de um afro-americano pela polícia, nos Estados Unidos da América. Em julho de 2016 um polícia atingiu mortalmente Philando Castile, de 32 anos, durante uma operação de controlo rodoviário. O homem procurava os documentos de identificação quando o polícia disparou quatro tiros. Nas imagens é possível ver o desespero da filha da companheira de Philiando Castile, minutos depois de ter visto o padrasto a morrer. O agente responsável pela morte de Castile foi absolvido pelo Tribunal na semana passada.

  • Depois da "provocação", o acidente em cadeia
    0:43

    Mundo

    Um vídeo de um acidente numa autoestrada em Santa Clarita, na Califórnia (EUA), está a tornar-se viral nas redes sociais. Nas imagens é possível ver um motociclista a dar um pontapé num carro que seguia à sua frente. Como forma de "retribuição", o carro vira na direção da mota mas bate no separador e depois numa carrinha que acabou por capotar. Segundo a imprensa norte-americana o condutor da carrinha foi levado para o hospital com ferimentos ligeiros. Já a pessoa que conduzia a mota seguiu o seu caminho.