sicnot

Perfil

Mundo

Parlamento da Gâmbia autoriza Jammeh a ficar mais 3 meses como Presidente

Reuters

O Parlamento da Gâmbia aprovou o estado de emergência declarado na terça-feira pelo Presidente cessante, Yahya Jammeh, que o autoriza a ficar mais três meses no poder, segundo a moção divulgada esta quarta-feira por meios de comunicação locais.

A Assembleia Nacional gambiana, cujo mandato também foi prorrogado três meses, tomou a decisão na noite de terça-feira, apenas 24 horas antes de Jammeh terminar o seu mandato de cinco anos e quando devia ceder o poder ao opositor Adama Barrow, que venceu as presidenciais de 01 de dezembro.

"Esta assembleia considera e aprova uma resolução sobre a declaração do estado de emergência na Gâmbia por um período de 90 dias, efetivo de 17 de janeiro a 17 de abril de 2017", refere o texto aprovado pelos parlamentares.

A resolução também prolonga o mandato do parlamento, de 11 de abril a 11 de julho, adianta.

Os deputados condenaram ainda "a ilegal e maliciosa interferência nos assuntos internos da Gâmbia do Conselho de Paz e Segurança da União Africana, do governo da República do Senegal e do representante do Senegal no Conselho de Segurança da ONU".

Milhares de turistas britânicos começaram esta quarta-feira a ser repatriados da Gâmbia depois de as autoridades do Reino Unido terem desaconselhado as visitas ao país devido à crise política, informou o operador turístico Thomas Cook.

Perante a recusa de Jammeh de aceitar a derrota eleitoral e ceder o poder ao presidente eleito, vários países da África ocidental acordaram na terça-feira enviar tropas para a Gâmbia, o que poderá acontecer "a qualquer momento", segundo a agência noticiosa espanhola EFE.

Em dezembro, a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) ameaçou com uma intervenção militar "para restabelecer a vontade do povo" caso o chefe de Estado cessante insistisse em ficar na presidência do país.

Adama Barrow, que desde domingo se encontra no vizinho Senegal, divulgou um comunicado na segunda-feira assegurando, uma vez mais, que na quinta-feira estará na Gâmbia para fazer o juramento e assumir o cargo.

A União Africana, a União Europeia e a ONU pediram a Jammeh, no poder há 22 anos, que aceite o resultado eleitoral e o presidente cessante também parece cada vez mais isolado no seu país.

Em alguns dias, vários dos seus ministros abandonaram o governo, os últimos dos quais os dos Negócios Estrangeiros, Finanças e Comércio e Turismo.

Nas forças armadas, oficiais que recusavam apoiar Jammeh contra Barrow, como lhes pediam os comandantes da Guarda Republicana, encarregue da proteção do presidente cessante, foram detidos no domingo à noite, segundo uma fonte da segurança referida pela agência France Presse.

Lusa

  • Trump convida Putin a visitar EUA

    Mundo

    O Presidente dos EUA, Donald Trump convidou o homólogo russo a visitar a Casa Branca e Vladimir Putin ter-se-á mostrado disponível a visitar o país em breve, segundo a agência de notícia russa RIA Novosti que cita o chefe da diplomacia de Moscovo.

  • Fim de semana com chuva e descida da temperatura

    País

    A chuva regressa hoje a Portugal continental e permanece pelo menos até ao início da semana, prevendo-se ainda uma descida da temperatura máxima entre 04 a 06 graus Celsius, disse à Lusa a meteorologista Cristina Simões.

  • Hoje é notícia 

    País

    O PSD leva a debate parlamentar a reprogramação do atual quadro comunitário, desafiando os partidos a pronunciarem-se sobre a proposta inicial do Governo, que considera "não servir o país". Os parceiros sociais e o Governo reúnem-se na Concertação Social para discutirem o Programa Nacional de Reformas. O Sporting de Braga procura alcançar o Sporting no 3º lugar da I Liga, ao defrontar o Marítimo na abertura da 31.ª jornada.

  • 45 anos de Partido Socialista
    3:31

    País

    O PS completou 45 anos esta quinta-feira. Acaso ou não, a festa aconteceu um dia depois de terem ficado concluídos dois acordos com o PSD que fazem renascer o debate sobre o posicionamento ideológico do partido socialista.

  • Senado aprova à tangente novo diretor da NASA

    Mundo

    O Senado norte-americano aprovou na quinta-feira, à tangente, a nomeação do novo diretor da agência espacial norte-americana, com 50 votos favoráveis contra 49, colocando à frente da NASA um cético das alterações climáticas, adiantou a Efe.

  • Trocar a economia pela dança
    7:21
    Mudar de Vida

    Mudar de Vida

    5ª FEIRA NO JORNAL DA NOITE

    No "Mudar de Vida" desta quinta-feira damos a conhecer mais um caso de quem teve coragem de arriscar e procurar um novo futuro. Susana Moraes é uma economista que decidiu seguir a paixão pela dança. 

  • Mágico comove audiência do Britain's Got Talent com a história de cancro da mulher e da filha
    5:16
  • "Por vezes até as princesas da Disney ficam apavoradas"

    Mundo

    A atriz norte-americana Patti Murin foi esta semana elogiada nas redes sociais por se preocupar com a sua saúde mental e não ter problemas em falar sobre o assunto. A artista faltou a um espetáculo da Disney, onde ia atuar, devido a um ataque de ansiedade.

    SIC