sicnot

Perfil

Mundo

Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

Shepard Fairey

Nos três novos posters aparecem muçulmanos, latinos e mulheres afro-americanas. Fairey aliou-se aos artistas Jessica Sabogal e Ernesto Yerena e juntos criaram os posters para a campanha We The People.

"Pensámos que estes três grupos foram os mais criticados por Trump e talvez serão os mais negligenciados durante a administação do Presidente eleito", Shepard Fairey disse à CNN.

Shepard Fairey

"Esta campanha serve para mostrar às pessoas que 'we the people' (nós as pessoas, em português) significada toda a gente", Fairey defendeu.

O objetivo da campanha é invadir Washington com símbolos de esperança no dia 20 de janeiro, a tomada de posse de Donald Trump. Os organizadores esperam ainda que estes posters ajudem na luta contra o "ódio, o medo e o racismo".

O projeto "We The People" foi colocado no kickstarter - o maior site de financiamento coletivo do mundo -, esperando arrecadar 60 mil dólares (cerca de 56 mil euros) para espalhar os cartazes pelos Estados Unidos da América. Contudo, até ao momento, a organização já conseguiu arrecadar mais de 1.3 milhões de dólares (cerca de 1.2 milhões de euros).

"A 20 de janeiro, se a campanha for bem-sucedida, vamos tirar anúncios de página inteira no Washington Post com estas imagens, de modo a que os norte-americanos em todo o país possem levá-las para as ruas, colocá-las nas janelas ou até colá-las nas paredes."