sicnot

Perfil

Mundo

Trump e Netanyahu discutiram "ameaças que o Irão coloca"

© Ronen Zvulun / Reuters

O novo Presidente norte-americano, Donald Trump, e o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, debateram "as ameaças que o Irão coloca" e concordaram que a paz israelo-palestiniana só pode ser "negociada diretamente", anunciou este domingo a Casa Branca.

Os dois governantes falaram hoje à noite por telefone e "acordaram continuar a trocar pontos de vista sobre uma série de questões regionais, incluindo sobre como lidar com as ameaças que o Irão coloca", indicou a Casa Branca, dando o primeiro indício de endurecimento da política do novo Governo dos Estados Unidos em relação a Teerão.

Segundo a mesma fonte, não foi abordada a sugestão de Trump de transferir a embaixada norte-americana de Telavive para Jerusalém, uma jogada que quebraria o consenso com a maior parte da comunidade internacional, que não reconhece Jerusalém como capital de Israel, e poderia desencadear mais violência na região.

Horas antes, a Casa Branca contrariou indicações de que uma decisão sobre essa questão estivesse iminente.
"Estamos nas fases iniciais da própria discussão desse assunto", declarou o secretário da Imprensa da presidência norte-americana, Sean Spicer, citado pela agência de notícias francesa, AFP.

O Presidente palestiniano, Mahmud Abbas, advertiu que a mudança da embaixada desferiria um duro golpe sobre a esperança de paz no Médio Oriente, e a ONU e a União Europeia expressaram preocupação com tal proposta.

Durante a conversa telefónica de hoje, Trump também sublinhou a necessidade de negociações diretas entre israelitas e palestinianos.
"O Presidente salientou que a paz entre Israel e os palestinianos só pode ser negociada diretamente pelas duas partes e que os Estados Unidos vão trabalhar estreitamente com Israel para avançar no sentido desse objetivo", disse a Casa Branca.

Lusa

  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Jornalista bielorrusso come jornal após perder aposta

    Desporto

    Vyacheslav Fedorenko, editor de desporto de um importante jornal da Bielorrúsia, apostou que o Dinamo Minsk não chegaria aos play-offs da Kontinental Hockey League (KHL), uma liga internacional dominada por equipas russas. Perdeu e acabou a comer as próprias palavras, impressas em papel.

  • Os ensaios para a maior festa do ano
    1:16

    Mundo

    Em contagem decrescente para o Carnaval, no Rio de Janeiro, já começaram os ensaios para a maior festa do ano. A noite de testes na avenida Marquês de Sapucaí conta com desfiles gratuitos.