sicnot

Perfil

Mundo

China planeia lançar nova sonda lunar em novembro

reuters

A China planeia lançar, em finais de novembro, a sua nova sonda lunar, a Chang E-5, a primeira projetada para regressar à Terra, informou a Corporação de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (CASC), citada pela imprensa oficial. Esta missão, que será também a primeira a recolher amostras de forma automatizada, cumpre-se quatro anos depois do lançamento da última sonda lunar chinesa, que cessou operações em agosto passado.

A Chang E-5 é composta por quatro módulos (de órbita, retorno, alunagem e ascensão), com um peso total de 8,2 toneladas e partirá desde o centro espacial Wenchang, situado na província insular de Hainan (sul do país).

A missão terá três fases: órbita em redor da lua, aterragem e regresso.Após recolher amostras, o módulo que aterrará na superfície lunar irá depositá-las numa cápsula que regressará à terra.

A Chang E-5 será a quarta missão lunar da China, que está a preparar uma quinta, para 2018, com o nome Chang E 4 e destinada ao lado oculto da Lua. Rússia e Estados Unidos enviaram várias missões à lua desde a década de 1960, mas a última alunagem - antes da viagem da Chang E-3 - foi realizada em 1976, pela então União Soviética.

O programa de exploração lunar chinês Chang E, nome de uma deusa que segundo uma lenda do país vive na Lua, lançou os seus primeiros dois satélites terrestres em 2007 e 2010.

  • Sismo registado esta manhã na região de Lisboa

    País

    Um sismo foi sentido esta manhã na região da Grande Lisboa. O abalo foi registado às 7h44, com epicentro em Sobral de Monte Agraço e magnitude de 4.3, informa o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

    Em atualização

  • GNR resgata 45 sírios no mar Egeu
    2:28

    Crise Migratória na Europa

    A Guarda Nacional Republicana já resgatou quase 300 migrantes no mar Egeu, ao largo da Grécia, desde o início de maio. Esta quarta-feira de madrugada, os militares salvaram 45 sírios que tentavam chegar à Grécia numa embarcação de borracha.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.