sicnot

Perfil

Mundo

Governo turco despede 367 funcionários e encerra dois canais de televisão

© Umit Bektas / Reuters

O governo da Turquia emitiu hoje um decreto que declara o encerramento de dois canais de televisão e o despedimento de 367 funcionários por porem em perigo a segurança nacional, informou a agência de notícias Anadolu.

O decreto, publicado no Boletim Oficial do Estado, anuncia também a criação de uma comissão de investigação do Estado de Emergência, em vigor desde julho de 2016, para tratar dos casos de funcionários despedidos através do decreto.

Enquanto 367 funcionários foram despedidos, outros 124 funcionários públicos, expulsos em decretos anteriores, foram readmitidos, acrescenta o mesmo decreto do Governo.

A maioria dos trabalhadores despedidos pertence ao Ministério do Interior, principalmente de governos municipais, e à Direção de Assuntos Religiosos.

Por sua vez, o Kanal 12 e on4 TV, dois canais locais de televisão foram encerrados por "trabalharem contra a segurança nacional do Estado" e a sua propriedade foi transferida para a tesouraria do Estado.

Após declarar o Estado de Emergência, cinco dias depois da tentativa de golpe de Estado do passado dia 15 de julho, o governo turco despediu milhares de funcionários e encerrou centenas de organizações, incluindo vários meios de comunicação.

  • Díli decide legislativas em Timor-Leste
    1:48

    Mundo

    A diferença de votos entre os dois maiores partidos timorenses nas eleições legislativas vai ser mínima e o Congresso Nacional da Reconstrução Timorense (CNRT) ainda pode vencer a Fretilin, que continua à frente na contagem, com cerca de 90% dos votos contados. Na sede do CNRT, em Díli, os números do partido apontam a uma vitória em Díli - o último município onde ainda não terminou a contagem - que poderá permitir reverter a liderança que a Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente (Fretilin) manteve durante toda a contagem.A diferença de votos entre os dois partidos vai ser mínima - podendo não chegar a 3.000 votos - o que pode implicar que tenham o mesmo número de lugares no Parlamento Nacional, que elege um total de 65 deputados.

  • " A melhoria das contas públicas não foi feita à custa dos portugueses"
    1:30

    País

    Numa espécie de balaço deste ano e meio de governação, o primeiro-ministro voltou a assinalar voltou a assinalar a redução do défice e as melhorias nas contas públicas. Num jantar com militantes em Coimbra, António Costa garantiu ainda que a "verdadeira reforça do Estado avança até ao final desta legislatura, que é a Descentralização.

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • Norte também quer naturismo e praias de nudistas

    País

    O presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal defendeu hoje a criação de praias naturistas legalizadas na região, fazendo a apologia da formação de associações e negando que este seja um destino conservador.