sicnot

Perfil

Mundo

Governo turco despede 367 funcionários e encerra dois canais de televisão

© Umit Bektas / Reuters

O governo da Turquia emitiu hoje um decreto que declara o encerramento de dois canais de televisão e o despedimento de 367 funcionários por porem em perigo a segurança nacional, informou a agência de notícias Anadolu.

O decreto, publicado no Boletim Oficial do Estado, anuncia também a criação de uma comissão de investigação do Estado de Emergência, em vigor desde julho de 2016, para tratar dos casos de funcionários despedidos através do decreto.

Enquanto 367 funcionários foram despedidos, outros 124 funcionários públicos, expulsos em decretos anteriores, foram readmitidos, acrescenta o mesmo decreto do Governo.

A maioria dos trabalhadores despedidos pertence ao Ministério do Interior, principalmente de governos municipais, e à Direção de Assuntos Religiosos.

Por sua vez, o Kanal 12 e on4 TV, dois canais locais de televisão foram encerrados por "trabalharem contra a segurança nacional do Estado" e a sua propriedade foi transferida para a tesouraria do Estado.

Após declarar o Estado de Emergência, cinco dias depois da tentativa de golpe de Estado do passado dia 15 de julho, o governo turco despediu milhares de funcionários e encerrou centenas de organizações, incluindo vários meios de comunicação.

  • Primo de Sócrates já foi notificado
    1:48
  • Santana Lopes espera mais diálogo com António Costa
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes espera que o primeiro-ministro dialogue mais com o novo líder do PSD do que o que tem dialogado com Passos Coelho. O candidato à liderança dos social-democratas criticou ainda Rui Rio por ainda não se ter mostrado disponível para um debate.

  • Rui Rio defende o diálogo com todos os partidos
    0:37

    País

    Rui Rio defende o diálogo com todos os partidos com assento parlamentar e não apenas com o Governo. As declarações do candidato à liderança do PSD surgiram em resposta a António Costa que, em entrevista, disse que acredita que a relação com os social-democratas vai melhorar com a nova liderança.

  • Morreu o jornalista Pedro Rolo Duarte

    País

    Morreu Pedro Rolo Duarte. O jornalista tinha 53 anos e não resistiu a um cancro. Pedro Rolo Duarte estava internado nos cuidados paliativos do Hospital da Luz, em Lisboa. Trabalhou em imprensa, na rádio e na televisão.