sicnot

Perfil

Mundo

Mais de cinco mil jihadistas do Daesh e 820 civis morreram em quatro meses

© Sana Sana / Reuters

Pelo menos 5.701 membros do grupo jihadista Daesh e 820 civis morreram na Síria, nos últimos quatro meses, em bombardeamentos da coligação liderada pelos Estados Unidos, anunciou esta segunda-feira o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

Os mortos são, na sua maioria, combatentes estrangeiros do EI e, entre eles, estão líderes do grupo, como Abu Omar al-Shishani, Abu al-Hiya al-Tunisi, Abu Osama al-Iraqui e Omar al-Rafidan.

A estes soma-se um outro dirigente do grupo, que morreu juntamente com a mulher e os quatro filhos menores, num ataque em Dabiq, no norte da província de Alepo (noroeste da Síria).

Os bombardeamentos das forças internacionais também já fizeram 141 baixas nas fileiras da Frente de Conquista do Levante (ex-filial síria da organização terrorista Al-Qaida) e pelo menos 149 entre combatentes radicais de outros grupos terroristas que atuam nas províncias de Alepo e Idleb.

Por outro lado, pelo menos 820 civis morreram nos mesmos bombardeamentos, em diferentes zonas do país, dos quais 193 eram menores e 117 mulheres, acrescentou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

Para além desses, 90 efetivos das forças governamentais sírias ou das milícias leais ao Presidente Bashar al-Assad morreram num bombardeamento contra o quartel de uma brigada de artilharia e outras posições militares no monte Al-Zarda, em Deir al Zur (noreste).

Lusa

  • Paulo Fonseca e Paulo Sousa fora da Liga Europa

    Liga Europa

    A segunda mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa ficou marcada pelas eliminações de duas equipas treinadas por portugueses: a Fiorentina de Paulo Sousa e o Shakhtar Donetsk de Paulo Fonseca. Paulo Bento, no Olympiacos, e José Mourinho, no Manchester United, são os únicos técnicos lusos ainda em competição. Noutros jogos, destaque para os afastamentos do Tottenham e do Zenit. Veja aqui os resumos de todos os encontros desta noite europeia. O sorteio dos oitavos-de-final está agendado para esta sexta-feira, às 12h00, hora de Lisboa.

  • PSD questiona funcionamento da Assembleia da República
    2:39

    Caso CGD

    O PSD e o CDS vão entregar esta sexta-feira no Parlamento o pedido para criar uma nova Comissão de Inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos. Os dois partidos reuniram-se esta quarta-feira para fechar o texto do requerimento. Durante o dia, o PSD considerou que o normal funcionamento da Assembleia da República está em causa, o que levou Ferro Rodrigues a defender-se e a garantir que está a ser imparcial.

  • Marcelo rejeita discussões menores na banca
    0:32

    Economia

    O Presidente da República avisa que não se devem introduzir querelas táticas e menores no sistema financeiro. Num encontro que reuniu publicamente Marcelo e Centeno, o Presidente diz que é preciso defender o interesse nacional.

  • Casos de cancro nos pulmões diminuem
    3:08

    País

    O mapa do cancro em Portugal está a mudar, pela primeira vez os casos de cancro do cólon ultrapassaram os do pulmão. A proibição de fumar em locais públicos tem levado à diminuição dos casos de tumores pulmonares.

  • Túnel descoberto em cadeia brasileira tinha ligação a uma habitação
    0:44

    Mundo

    A polícia brasileira descobriu um túnel que ligava a cadeia de Porto Alegre a uma casa e serviria para libertar prisioneiros do estabelecimento. As autoridades detiveram sete homens e uma mulher no local. A construção permitiria uma fuga massiva que poderia chegar aos 200 mil fugitivos e estima-se que terá custado mais de 300 mil euros. A polícia do Rio Grande do Sul acredita, assim, ter impedido aquela que seria a maior fuga de prisioneiros de sempre no Estado brasileiro.

  • Três dos planetas encontrados podem conter água e vida
    3:28