sicnot

Perfil

Mundo

Cerca de 200 presos fogem de prisão brasileira após novo motim

(Arquivo)

© Nacho Doce / Reuters

Cerca de 200 presos fugiram esta terça-feira de uma penitenciária localizada no interior do estado de São Paulo, no Brasil, depois de um motim.

Os fugitivos estavam no Centro de Progressão Penitenciária Prof. Noé de Azevedo, perto da cidade de Bauru, e terão escapado depois de uma briga causada por um desentendimento entre os presos e os funcionários da unidade.

Colchões foram queimados e o Corpo de Bombeiros local enviou viaturas para conter as chamas.

Há registo de danos em várias partes da prisão.

A Secretaria de Administração Penitenciária do estado de São Paulo informou que a situação já está controlada e que a polícia está a tentar recapturar os fugitivos.

Esta prisão brasileira tem capacidade para 1.124 reclusos, mas acolhia 1.427 presos no regime semiaberto, ou seja, podem sair da unidade para trabalhar durante o dia, mas têm de voltar à noite para dormir.

Desde o início do ano, uma série de tumultos fez pelo menos 130 presos mortos entre os reclusos de diferentes estabelecimentos prisionais de Amazonas, Roraima e Rio Grande do Norte.

Estas disputas juntam-se aos habituais problemas de excesso populacional nas prisões e das péssimas condições do sistema penitenciário do Brasil.

Lusa

  • Rebelião em prisão espalha o medo nas ruas da cidade brasileira de Natal

    Mundo

    A disputa de poder entre fações criminosas dentro das cadeias do Estado do Rio Grande do Norte, no nordeste do Brasil, já espalhou o medo nas ruas da capital local, a cidade de Natal. Segundo informações do portal de notícias G1, ao todo, 28 veículos, pelo menos um prédio público e duas esquadras da polícia foram atacadas entre quarta-feira e o início da tarde desta quinta-feira.

  • "Almaraz: Uma bomba-relógio aqui ao lado"
    1:56
  • 105 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.