sicnot

Perfil

Mundo

Rodeado por homens, Trump assina diploma que proíbe financiamento do aborto

© Kevin Lamarque / Reuters

Um diploma assinado ontem pelo Presidente norte-americano proíbe o financiamento de abortos com dinheiro público. Rodeado por sete homens na Sala Oval, o momento da assinatura ficou registado e já está a gerar críticas nas redes sociais.

Foi um dos primeiros atos oficiais de Trump enquanto Presidente e já se tornou viral. Na Sala Oval estavam apenas homens, num momento extremamente decisivo para os direitos das mulheres.

Trump assinou o documento 44 anos depois da legalização do abordo nos Estados Unidos. A legislação proíbe o financiamento público do aborto e o financiamento para grupos de pressão que pretendem legalizar o aborto ou promovê-lo como método de planeamento familiar.

No Twitter, as críticas multiplicam-se. "Enquanto fores vivo, nunca verás sete mulheres assinar legislação sobre o que os homens podem fazer com os seus órgãos reprodutores", ironiza Martin Belam, um tweet que já foi partilhado mais 130 mil vezes.

"Este grupo acabou de tornar mais difícil para as mulheres o acesso a cuidados de saúde. Diz-me o que está mal nesta fotografia", escreve Kamala Harris.

A decisão de Trump afetará milhares de mulheres e pode mesmo ser fatal para as que não têm acesso a "locais seguros" para abortar.

O Presidente dos EUA poderá considerar esta decisão como uma das primeiras vitórias, mas para os milhares que marcharam pelos direitos das mulheres durante o fim de semana, esta será mais uma razão para se oporem à nova administração norte-americana.

  • Carro que atropelou adepto encontrado numa garagem na Amadora
    1:51

    Desporto

    O carro que atropelou o adepto da Fiorentina, junto ao Estádio da Luz, está nas mãos da Polícia Judiciária. O automóvel foi encontrado esta terça-feira por uma brigada da PSP na garagem de um casa da Amadora, que pertence a um elemento da claque dos No Name Boys.

  • Portugal subiu cinco lugares no Ranking da Liberdade de Imprensa
    1:42

    País

    Portugal está agora na 18 ª posição em 180 países no relatório deste ano dos Repórteres Sem Fronteiras. Esta associação revela que a imprensa portuguesa foi condenada 21 vezes por violação de liberdade de expressão e por difamação pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.

  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC