sicnot

Perfil

Mundo

Secretário da Defesa dos EUA assegura compromisso "inabalável" com a NATO

© Jonathan Ernst / Reuters

O secretário da Defesa norte-americano, James Mattis, afirmou na segunda-feira, num telefonema com o seu homólogo britânico, Michael Fallon, que o compromisso dos Estados Unidos em relação à NATO é "inabalável", informou o porta-voz do Pentágono.

"O secretário Mattis insistiu no facto de que os Estados Unidos e o Reino Unido desfrutarão sempre de uma relação excecionalmente próxima, visível nos nossos laços em matéria de defesa que são a base da segurança americana", indicou Jeff Davis num comunicado.

"Também insistiu no compromisso inabalável dos Estados Unidos em relação à NATO", adiantou.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, será na sexta-feira o primeiro dirigente estrangeiro a reunir-se com o novo Presidente norte-americano, Donald Trump, exatamente uma semana após este tomar posse.

Durante a sua campanha eleitoral, Trump considerou que a Aliança Atlântica era "obsoleta".

Os dois ministros da Defesa comprometeram-se igualmente a trabalhar em conjunto nos próximos meses e concordaram "na manutenção do objetivo de eliminar o Daesh", indicou o porta-voz do Pentágono.

Mattis também conversou telefonicamente com o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, e, segundo o comunicado, o novo secretário da Defesa norte-americano "queria fazer a chamada no seu primeiro dia em funções para reforçar a importância que atribui à Aliança".

Mattis foi comandante de um comando aliado da Aliança Atlântica, o SACT, entre 2007 e 2009.

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.