sicnot

Perfil

Mundo

Casa Branca apela ao respeito da privacidade de filho mais novo de Trump

© Carlos Barria / Reuters

A Casa Branca apelou terça-feira para o respeito da privacidade de Barron Trump, filho de Donald e Melania Trump, 10 anos, em nome de uma tradição que sempre foi muito respeitada nos Estados Unidos, independentemente do Presidente.

"Existe uma antiga tradição segundo a qual os filhos dos presidentes crescem fora dos holofotes", lembrou, num breve comunicado, a Casa Branca, acrescentando esperar que a tradição continue.

O canal de televisão NBC suspendeu um dos seus funcionários do programa "Saturday Night Live" por ter publicado sexta-feira, durante a tomada de posse de Donald Trump, uma imagem do filho mais novo do Presidente, ato que descreveu como "imperdoável".

Depois daquele incidente, várias vozes se levantaram contra a publicação, incluindo a de Chelsea Clinton, filha de Bill e Hillary Clinton."Barron Trump merece, como todos os outros, ser apenas uma criança", escreveu na rede social Twitter Chelsea Clinton.

Lusa