sicnot

Perfil

Mundo

Greenpeace pendura faixa com a palavra "Resistam" numa grua perto da Casa Branca

© Carlos Barria / Reuters

Um grupo de ativistas da organização ambientalista Greenpeace desfraldou uma enorme faixa com a palavra "Resist" (Resista ou Resistam) numa grua a poucos quarteirões da Casa Branca, em Washington, em protesto contra a nova administração de Donald Trump.

A organização internacional de defesa do ambiente indicou na sua página na rede social Facebook que a ação visa alertar para o considera ser o "negacionismo (quanto às alterações climáticas, o racismo, a misoginia, a homofobia e a intolerância) de Donald Trump.

Sete ativistas penduraram-se numa das gruas num canteiro de obras na baixa de Washington e pendurou uma faixa, com 20 por 10 metros, com a palavra "Resist" escrita a vermelho num fundo amarelo.

A Greenpeace disse que a meio da manhã (tarde em Lisboa) os ativistas e a faixa ainda lá estavam. A faixa é visível a partir da residência oficial do Presidente dos Estados Unidos, a Casa Branca.

"As pessoas deste país estão prontas para resistir e para se erguer de uma forma como nunca o fizeram antes", disse Karen Topakian, membro da direção da Greenpeace.

A mesma responsável acrescentou que sente medo do "desdém e desrespeito de Trump pelas instituições democráticas" dos Estados Unidos. Mas também se afirmou "inspirada pelo movimento multi generacional de progresso que está a crescer em todos os Estados".

"A Greenpeace usa a não-violência para resistir a rufias tirânicos desde 1971, e não é agora que vamos parar", acrescentou Topakian.
Uma das ativistas que desfraldou a faixa, Pearl Robinson, declarou que "o sol nasceu esta manhã para uma nova América, mas não para a América de Trump".

"Não tenho receio apenas das políticas desta administração que está a entrar, mas também das pessoas que se sentem motivadas por esta eleição a cometer atos de violência e de ódio. É tempo de resistir", disse Robinson.

O capitão Robert Glover, da Polícia Metropolitana de Washington, disse à imprensa que as forças de segurança foram chamadas a um local de construção na baixa da capital norte-americana, onde estão duas gruas, no cruzamento da 15.ª rua com a rua L.

Quando chegaram ao local, os agentes detetaram três manifestantes já presos por cordas à grua - que tem 82 metros de altura, o correspondente a cerca de 24 andares. Outras quatro pessoas conseguiram subir à grua.

Os manifestantes disseram aos agentes da polícia que estavam envolvidos num protesto ao abrigo da Primeira Emenda (que, entre outros direitos, consagra o direito à liberdade de expressão).

O protesto surge um dia depois de o novo Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter adiado a aplicação de pelo menos 30 novas regras ambientais e ter avançado com a construção de dois oleodutos polémicos em território norte-americano.

Trump disse também na terça-feira - a vários fabricantes de automóveis - que vai reduzir as normas sobre meio ambiente para atrair e facilitar o regresso de fábricas aos Estados Unidos.

A nova administração na Casa Branca também congelou novos contratos e atribuição de bolsas da Agência de Proteção do Ambiente norte-americana.

Lusa

  • O pior é se Trump "cumpre mesmo todas as promessas da campanha" 
    0:59

    Opinião

    António Vitorino e Pedro Santana Lopes expressaram a opinião sobre a tomada de posse de Donald Trump e as decisões que já começou a tomar, prometendo o que cumpriu durante a campanha. Santana Lopes acusou Trump de ser "de Direita acentuada, quase radical". Por outro lado, António Vitorino diz que o pior é "se ele [Trump] cumpre mesmo todas as promessas da campanha". 

  • Mais de 50 concelhos do país em risco máximo de incêndio

    País

    Mais de meia centena de concelhos de dez distritos do país estão hoje em risco 'máximo' de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). De acordo com o IPMA, estão sob este aviso 51 concelhos dos distritos de Castelo Branco, Faro, Portalegre, Santarém, Coimbra, Leiria, Guarda, Vila Real, Viseu e Bragança.

  • "Ao contrário do que diz a direita, o futuro dos jovens é aqui"
    0:52

    Economia

    António Costa atacou esta sexta-feira à noite a direita com o aumento do emprego jovem. Perante vários jovens no acampamento nacional da Juventude Socialista, o secretário-geral do PS dirigiu-se ainda aos partidos de direita para garantir que o aumento do salário mínimo está a criar mais emprego com maior qualidade.

  • Uma viagem aérea por Pegões
    1:00
    Visão de Portugal

    Visão de Portugal

    DIARIAMENTE NO JORNAL DA NOITE

    O espaço Visão de Portugal, do Jornal da Noite da SIC, mostra o país através de imagens aéreas. A rubrica leva-nos esta sexta-feira a sobrevoar Pegões, no concelho de Tomar. 

  • Porto eleito pela terceira vez o melhor destino europeu 
    2:53

    País

    O Porto foi eleito o melhor destino europeu pela terceira vez e as distinções internacionais não param de chegar. Desta vez os elogios chegam através da norte-americana CNN. Os preços acessíveis, a gastronomia, a história e a arquitetura são os pontos da cidade que tem a rua com maior tráfego do país. 

  • Lisboa é o terceiro melhor destino de cruzeiros
    1:22

    País

    O Turismo em Lisboa tem registado um crescimento. A cultura, a arte e os preços baixos são os pontos fortes apontados pelos turistas. A capital é já considerada o terceiro melhor destino de cruzeiros. O novo terminal do porto de Lisboa e a ligação direta a Pequim deverão aumentar ainda mais o número de visitantes.

  • Ir ao Minho e a Sintra
    22:50
  • Líder da Palestina hospitalizado

    Mundo

    O Presidente palestiniano, Mahmud Abbas, de 82 anos, foi hospitalizado este sábado em Ramallah, na Cisjordânia, para se submeter a um "exame de rotina" durante algumas horas, anunciou um porta-voz.