sicnot

Perfil

Mundo

O desabafo de uma professora numa carta pública

Eva María Romero Valderas é uma professora espanhola que decidiu escrever uma carta pública, em que diz que gosta muito de ensinar, mas que "está farta da má educação de uma percentagem cada vez maior de alunos", "farta do protecionismo dos pais" e "farta que se ponha em questão o trabalho dos docentes." A carta tornou-se viral em Espanha, depois do jornal La Voz de Marchena a publicar.

A professora destacou "a falta de educação" dos alunos, acompanhada do "protecionismo dos pais", que desejam que os filhos alcancem os seus objetivos sem qualquer esforço e "sem sofrer".

Contudo, a professora não se fica por aqui. Valderas critica ainda a administração das escolas, que "muda as leias que regem o trabalho dos professores, sem fornecer formação mais adequada".

Numa carta longa, lembra ainda a falta de compreensão que sente por grande parte da sociedade espanhola. A professora defende que trabalha para melhorar o seu desempenho e que faz muito pelo ensino, como trabalhar horas extras em casa, e agora por ouvir com regularidade a expressão: "que bem vivem".

"Gosto de ensinar. Gosto de estar com os alunos. Considero-me um motor social de mudança, uma força geradora. Não sou um burro de carga disposto a aguentar tudo até arrebentar".

  • Coutinho e Neymar salvam Brasil já na compensação

    Mundial 2018 / Brasil

    O Brasil venceu a Costa Rica por 2-0 numa partida a contar para a 2ª jornada do grupo E do Mundial da Rússia. Contas feitas, o Brasil sobe para o primeiro lugar do grupo, com 4 pontos, seguido da Sérvia com 3 pontos. A Suíça (1 ponto) e a Costa Rica (0 pontos) ocupam, assim, os últimos lugares da tabela.

  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • Moutinho e Raphael Guerreiro de "baixa", Fonte disponível "para tocar bombo"
    1:52
  • Mulher morre após ser mandada para casa pelo Centro Hospitalar do Oeste
    2:23

    País

    Uma mulher morreu depois de ter tido alta no Centro Hospitalar do Oeste. Há fortes suspeitas que tenha sido vítima de um diagnóstico mal feito por uma empresa de telemedicina. O Bastonário da Ordem dos Médicos quer avaliar todos os contratos do Estado com serviços de telemedicina e impedir que as empresas e os hospitais fujam às responsabilidades. Até agora ninguém foi responsabilizado, a família apresentou várias queixas e Entidade Reguladora da Saúde abriu um inquérito.

  • Antigo campeão nacional de Ori-BTT, de 19 anos, morreu em colisão com carro
    1:42

    País

    Um ciclista de 19 anos morreu e o pai ficou gravemente ferido, numa colisão com uma viatura que fazia uma inversão de marcha, em Loulé, na quarta-feira. Quando o acidente aconteceu, o jovem estava a treinar para um campeonato na Hungria, onde ia participar dentro de poucos dias. Duarte Lourenço, que chegou a ser campeão nacional de Ori-BTT, pertencia ao escalão de Juniores, devido à sua idade, mas por vontade própria fazia escalão Sénior.