sicnot

Perfil

Mundo

"Pagar o muro na fronteira é inaceitável"

"Pagar o muro na fronteira é inaceitável"

O México até admite que os Estados Unidos queiram construir um muro na fronteira, mas recusa pagar a construção da barreira. A garantia é do ministro dos Negócios Estrangeiros do México, Luis Videgaray.

  • México ameaça abandonar NAFTA
    0:40

    Mundo

    Ministros da Economia e dos Negócios Estrangeiros do México reúnem-se hoje com representantes da administração Trump. No encontro, em Washington, serão abordadas as relações bilaterais entre os dois países. O ministro mexicano Luis Videgaray já disse que não aceita alterações ao Tratado de Comércio Livre da América do Norte que prejudiquem o país e ameaça sair do acordo.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC