sicnot

Perfil

Mundo

Três jornalistas entre quatro acusados de crime por cobrirem detenções na tomada de posse de Trump

© Adrees Latif / Reuters

Um produtor de documentários, um fotojornalista, um repórter freelancer e uma pessoa que fazia um live-streaming (uma gravação em direto) das detenções durante a tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira, estão acusados de um "crime de ofensa grave" nos Estados Unidos.

As quatro pessoas foram detidas ao abrigo da lei anti-motim, sexta-feira passada em em Washington. Enfrentam uma pena de prisão de mais de dez anos e uma multa de 25 mil dólares, cerca de 23 mil euros.

Segundo o The Guardian, são já seis os jornalistas detidos por terem feito a cobertura destas detenções.

Mais de 200 pessoas foram detidas no dia da tomada de posse de Trump por terem vandalizado propriedade pública em Washington. De acordo com a polícia, seis agentes tiveram ferimentos graves.

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43
  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.

  • Samsung vai vender modelos reparados do Galaxy Note 7

    Economia

    A Samsung Electronics anunciou hoje que vai vender e alugar telemóveis reparados do modelo Galaxy Note 7 depois de no ano passado a empresa ter decidido suspender a respetiva produção devido a incêndios nas baterrias de íon-lítio.

  • Acidentes em falésias matam 94 pescadores lúdicos

    País

    Mais de 90 pescadores lúdicos morreram nos últimos 19 anos e 137 ficaram feridos em 252 acidentes registados em zona rochosa ou em falésia, a maioria na zona de Lagos, Faro, segundo dados da Autoridade Marítima Nacional.