sicnot

Perfil

Mundo

Ator Shia LaBefouf detido durante protesto anti-Trump

Deepti Hajela

Shia LaBeouf foi detido esta quinta-feira em Nova Iorque depois de se ter envolvido em confrontos com um homem durante um protesto anti-Trump. O ator lançou o projeto "He Will Not Divide Us" ("Ele não nos vai dividir") na passada sexta-feira como protesto à eleição de Trump.

As autoridades explicaram que LaBeouf terá puxado o cachecol de um homem de 25 anos, arranhando-lhe a cara. A polícia diz ainda que o ator também terá empurrado o indivíduo, que mais tarde recusou assistência médica.

O confronto entre os dois homens ocorreu em frente à transmissão em direto que faz parte do projeto lançado por LaBeouf, perto do museu nova iorquino "Museum of the Moving Image" em Queens. O ator terá sido interrompido - durante a transmissão - pelo homem, que teceu comentários com os quais Shia não concordava.

Nas imagens da transmissão, LaBeouf pode ser visto no centro - de chapéu vermelho - após ser detido pelas autoridades.

Nas imagens da transmissão, LaBeouf pode ser visto no centro - de chapéu vermelho - após ser detido pelas autoridades.

As autoridades estavam no local desde o início do projeto e procederam de imediato à detenção de LaBefouf.

O ator tem sido uma presença constante no local desde o início da transmissão. O projeto começou no dia de tomada de posse de Trump e poderá ser visto durante 24 horas, sete dias por semana, durante os próximos quatro anos.

  • Francês detido em Antuérpia "queria matar"

    Mundo

    O Presidente de França François Hollande afirmou que o francês detido esta quinta-feira por conduzir um automóvel a grande velocidade na principal rua pedonal de Antuérpia, na Bélgica, "queria matar" ou "provocar um acontecimento dramático".

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27
  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.