sicnot

Perfil

Mundo

Ator Shia LaBefouf detido durante protesto anti-Trump

Deepti Hajela

Shia LaBeouf foi detido esta quinta-feira em Nova Iorque depois de se ter envolvido em confrontos com um homem durante um protesto anti-Trump. O ator lançou o projeto "He Will Not Divide Us" ("Ele não nos vai dividir") na passada sexta-feira como protesto à eleição de Trump.

As autoridades explicaram que LaBeouf terá puxado o cachecol de um homem de 25 anos, arranhando-lhe a cara. A polícia diz ainda que o ator também terá empurrado o indivíduo, que mais tarde recusou assistência médica.

O confronto entre os dois homens ocorreu em frente à transmissão em direto que faz parte do projeto lançado por LaBeouf, perto do museu nova iorquino "Museum of the Moving Image" em Queens. O ator terá sido interrompido - durante a transmissão - pelo homem, que teceu comentários com os quais Shia não concordava.

Nas imagens da transmissão, LaBeouf pode ser visto no centro - de chapéu vermelho - após ser detido pelas autoridades.

Nas imagens da transmissão, LaBeouf pode ser visto no centro - de chapéu vermelho - após ser detido pelas autoridades.

As autoridades estavam no local desde o início do projeto e procederam de imediato à detenção de LaBefouf.

O ator tem sido uma presença constante no local desde o início da transmissão. O projeto começou no dia de tomada de posse de Trump e poderá ser visto durante 24 horas, sete dias por semana, durante os próximos quatro anos.

  • Confirmados dois novos casos de legionella

    Legionella

    Dois novos casos de legionella foram esta quarta-feira confirmados. A informação foi avançada em comunicado pela Direção-Geral da Saúde. Tratam-se de duas pessoas com mais de 80 anos, internadas no Hospital São Francisco Xavier e no Egas Moniz, ambas em situação clínica estável.

  • Quem é o novo Presidente do Zimbabué?
    2:15

    Mundo

    Emmerson Mnangagwa é o sucessor de Robert Mugabe que regressou esta quarta-feira da África do Sul, onde estava refugiado. No primeiro discurso, o Presidente do Zimbabué falou de uma nova democracia no país. Mnangagwa, conhecido como crocodilo, é suspeito de atrocidades na guerra civil pós-independência. 

  • Diminuem as hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino
    3:09

    Mundo

    As hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino, desaparecido há 8 dias, começaram a diminuir, uma vez que o chamado "tempo de segurança" já foi ultrapassado. A Marinha portuguesa está a acompanhar o caso do submarino que está desaparecido há oito dias. As hipóteses de salvar os tripulantes vão diminuindo.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • O que aprendemos com secas anteriores?
    32:50