sicnot

Perfil

Mundo

Macau mostra pandas bebés pela primeira vez ao público pelo Ano Novo chinês

China Xinhua News

Macau prepara-se para receber o Ano Novo chinês, com uma série de atividades, como desfiles, espetáculos, concertos, feiras e exposições, reservando ainda para a quadra festiva a primeira apresentação pública do par de pandas bebés.

Os pandas gémeos - que completam sete meses de vida - vão poder ser vistos primeira vez pelo público a partir da próxima sexta-feira, dia 27, véspera do Ano Novo chinês, e até 12 de fevereiro, apenas durante duas horas por dia.

"Jian Jian" e "Kang Kang", ambos do sexo masculino e cujos nomes ditos em conjunto significam "saúde", foram os primeiros nascidos em Macau, sendo filhos do mais recente casal de pandas gigantes oferecido pela China à sua Região Administrativa Especial.

A primeira aparição pública dos pandas figura como uma das múltiplas atividades programadas para celebrar a entrada no Ano do Galo.

No primeiro dia no novo ano, no sábado, sai à rua a parada do Dragão Gigante e também o Deus da Fortuna e os três Deuses da Felicidade, Longevidade e Prosperidade, além dos 12 signos do zodíaco chinês, cujas atuações, que se fazem acompanhar pela distribuição de lembranças e "lai sis" - pequenos envelopes vermelhos com dinheiro que se oferecem nesta época festiva -, se estendem ao dia de domingo.

Durante o fim de semana, inúmeros espetáculos protagonizados por grupos de fora, incluindo da China, de Hong Kong, da Colômbia, Espanha, Alemanha ou Estados Unidos, também vão animar a cidade, com a Marcha de Alfama a representar Portugal nas festividades.

No terceiro e no oitavo dia do Novo Ano Lunar (30 de janeiro e 04 de fevereiro), Macau assiste à parada de celebração do Ano do Galo, que decorre pelo quinto ano e tem direito a transmissão em direto pela televisão, a qual inclui um desfile de carros alegóricos e espetáculos culturais. Na segunda-feira, dia 30, há ainda fogo-de-artifício.

Os primeiros "panchões" (cartuchos de pólvora) podem ser rebentados para afastar os maus espíritos a partir do meio-dia de sexta-feira nas duas zonas para o efeito (uma na península de Macau e outra na ilha da Taipa) e até à meia-noite de 01 de fevereiro, o quinto dia do ano novo lunar.

Durante este período festivo muitas outras atividades, desde concertos, a espetáculos de variedades, passando por "workshops" ou feiras tiveram ou vão ter lugar, um pouco por toda a cidade, organizadas por diferentes entidades.

Esta quarta-feira, por exemplo, foi inaugurada uma exposição - intitulada "Uma Brisa Primaveril nas Terras Verdejantes do Sul" -, composta por centenas de itens relacionados com as tradições do Ano Novo Lunar em Macau, Hong Kong e na província chinesa de Guangdong, a qual vai estar patente ao público até 19 de fevereiro.

Revelada foi também a estátua do novo ano lunar que fica à entrada, do lado da Taipa, da primeira ponte de Macau, a Governador Nobre de Carvalho, uma obra da autoria do engenheiro português Edgar Cardoso inaugurada em 1974, por onde apenas circulam transportes públicos.

O galo, com três metros de altura, de cor dourada e "olhos brilhantes", veste "uma túnica vermelha chinesa" e segura, numa das mãos, um dístico alusivo ao Ano Novo chinês, apresentando-se com "uma postura vigorosa", "dando a sensação de vitalidade", descreve o Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM).

O Ano Novo Chinês, também conhecido como Festival da Primavera, é uma tradição com mais de 2.000 anos na China e a principal festa de reunião das famílias chinesas, que leva milhões de pessoas a percorrerem centenas e até milhares de quilómetros até à terra natal naquele que é o maior movimento migratório do mundo.

Lusa

  • DJ Avicii morre aos 28 anos

    Cultura

    Tim Bergling, conhecido por Avicii e um dos mais famosos DJ's do mundo, morreu aos 28 anos. A notícia foi avançada pelo site TMZ, que adianta que o DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira em Muscat, em Omã, e os detalhes da morte ainda não são conhecidos.

    SIC

  • ERSE concluiu que estavam a ser pagos 165 milhões euros a mais à EDP
    0:53

    País

    José Gomes Ferreira afirmou esta sexta-feira que a ERSE -Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos concluiu que estavam a ser pagos 165 milhões de euros a mais do que o necessário à EDP. Contratos que foram postos em prática em 2007 por Manuel Pinho, na altura ministro da Economia.

  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • Porque erram os árbitros?
    2:03

    Desporto

    Num momento em que a polémica em redor da arbitragem está acesa e que nem o videoárbitro parece ter contribuído para a pacificar o futebol, em Leiria juntaram-se treinadores e homens do apito para se entender porque erram os árbitros.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Mundo

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Viagem de balão para ver as cerejeiras em flor
    14:27
  • Niassa foi o 4.º lince-ibérico libertado a ser atropelado em Portugal
    1:33

    País

    Uma fêmea de lince-ibérico foi encontrada morta com sinais de atropelamento na A22, próximo de Olhão. A fêmea, criada em cativeiro, tinha sido libertada no Vale do Guadiana em fevereiro de 2017. É o quarto lince-ibérico, que tinha sido libertado na natureza, que morre atropelado em Portugal.

  • "Há uma aceitação do lince no território"
    3:33

    País

    Apesar de já se terem registado em Portugal quatro atropelamentos de linces libertados na natureza, em entrevista à SIC, Pedro Rocha, do Departamento do Alentejo do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), disse que o programa de reintrodução "tem corrido bastante bem", não só devido às condições do habitat e disponibilidade de alimento, mas também porque "há uma aceitação do lince no território". Desde 2015, foram libertados no Vale do Guadiana 33 linces e 16 já nasceram em estado selvagem.

  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • O "anjo" que quer ensinar raparigas a programar
    2:59