sicnot

Perfil

Mundo

Chefe do Pentágono ordena revisão de programa de caças furtivos F-35

© Amir Cohen / Reuters

O secretário da Defesa, James Mattis, ordenou uma revisão do dispendioso programa do avião de combate furtivo F-35, pedindo para se analisar se o caça Boeing F/A-18 "Super Hornet", menos sofisticado, pode ser uma alternativa, anunciou o Pentágono.

"O programa F-35 é um programa crucial que merece uma análise a fundo para reduzir os custos que lhe estão associados", sublinha Mattis num curto memorando divulgado pelo Pentágono.

O F-35, construído pela Lockheed Martin é considerado o programa de armamento mais caro da história militar, com um custo estimado de perto de 400 mil milhões de dólares (374 mil milhões de euros).

No início de janeiro, o Presidente eleito Donald Trump criticou o preço "fora de controlo" daquele avião ultrassofisticado, cujo desenvolvimento foi marcado por atrasos e derrapagens no custo.

O F-35 começou a entrar ao serviço na Força Aérea e na Marinha dos Estados Unidos.

O chefe do Pentágono também ordenou uma revisão do programa de compra do futuro Air Force One, o avião presidencial, encomendado à Boeing.

Lusa

  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • Governo promete melhorar condições de 26 mil famílias
    1:23

    País

    O ministro do Ambiente explicou esta terça-feira, no Parlamento, as novas medidas para a habitação: reduzir os impostos para arrendamentos longos, melhorar as condições de 26 mil famílias e introduzir o arrendamento vitalício para maiores de 65 anos. Este é um investimento que vai chegar aos 1700 milhões de euros.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31
  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17