sicnot

Perfil

Mundo

Putin vai ligar a Trump para falarem sobre a sua relação

Mural em Montenegro onde se lê "Vamos fazer o mundo grande outra vez - juntos"

© Stevo Vasiljevic / Reuters

O Presidente russo pretende telefonar ao Presidente norte-americano este sábado para o felicitar e trocar umas impressões sobre o atual estado das sua relações, anunciou hoje o Kremlin. A Casa Branca anunciou entretanto que Trump conversará também ao telefone com Merkel e Hollande.

Questionado pelos jornalistas se os Presidentes falarão sobre a Ucrânia, o porta-voz do Kremlin apenas disse que é "pouco provável" que falem sobre todos os assuntos que atualmente dizem respeito aos dois países, uma vez que este será o primeiro contacto entre ambos desde a tomada de posse de Trump.

O conflito entre a Rússia e a Ucrânia, desencadeado em 2014 pela anexação da Península da Crimeia por Moscovo, e as consequentes sanções económicas impostas por Washington são temas que Trump mencionou anteriormente, dizendo estar preparado para rever estas medidas para reaproximar EUA e Rússia.

Esta posição deverá enfrentar a oposição tanto de personalidades influentes em Washington como de líderes estrangeiros, entre os quais Angela Merkel. Segundo a agência Reuters, que cita uma fonte de Berlim, Trump e a chanceler alemã deverão também falar ao telefone este sábado.

  • Putin sai em defesa de Trump
    2:29

    Mundo

    Vladimir Putin já saiu em defesa de Donald Trump e diz que houve uma tentativa de minar o Presidente eleito dos Estados Unidos, através de um alegado relatório, atribuido à espionagem russa. Putin diz que o relatório é falso.

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras