sicnot

Perfil

Mundo

Pentágono tem um mês para fazer plano estratégico contra Daesh

O departamento norte-americano de Defesa tem um mês para apresentar um plano estratégico para derrotar o grupo extremista Daesh, decidiu este sábado o presidente dos Estados Unidos.

Donald Trump assinou este domingo uma ordem executiva dando instruções ao Pentágono para que apresente, até ao final de fevereiro, uma estratégia para derrubar o Daesh.

"Creio que vai ser um sucesso", disse Donald Trump aos jornalistas a propósito da decisão.

Na sexta-feira, Donald Trump assinou no Pentágono um decreto para "reconstruir" as Forças Armadas do país, que são as maiores do mundo.

"Vou assinar um decreto para iniciar uma grande reconstrução das Forças Armadas dos Estados Unidos, para desenvolver um plano para novas aeronaves, navios, novos recursos e novas ferramentas para os nossos homens e mulheres de uniforme", disse, depois da cerimónia de tomada de posse do novo secretário da Defesa, o general na reforma James Mattis.

Lusa

  • "Devíamos ter-lhes tirado o petróleo"
    2:34

    Mundo

    Donald Trump acredita que técnicas de tortura resultam na luta contra o terrorismo e defende que essas práticas sejam retomadas. O Presidente dos Estados Unidos diz que é preciso combater o fogo com fogo. Trump foi mais longe dizendo que os Estados Unidos deveriam ter ficado com o petróleo iraquiano, pois dessa forma o Daesh também perderia força.

  • Trump diz querer trabalhar com a NATO no combate ao Daesh
    0:28

    Eleições EUA 2016

    Donald Trump voltou a contradizer-se e quer agora trabalhar com os parceiros da NATO no combate ao Daesh. O candidato republicano considerava que a organização estava obsoleta, ficando essa ideia agora de parte. No seu discurso em Ohio, Trump apelou também a uma proibição temporária de imigrantes muçulmanos no país, uma espécie de teste de triagem para apanhar as pessoas que queiram colocar em causa a segurança dos Estados Unidos.

  • Drone inglês evita execução do Daesh na Síria
    2:08

    Mundo

    A Força Aérea britânica divulgou esta terça-feira um vídeo que mostra um drone a parar uma execução pública que estaria prestes a acontecer às mãos do Daesh, na Síria. As imagens, apesar de cortadas pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, mostram várias pessoas na rua, uma explosão e, depois, a fuga.

  • Atrás das Câmaras em Fátima
    2:48
  • PS quer reconquistar poder em Vila Viçosa
    2:06

    Autárquicas 2017

    Ana Catarina Mendes insistiu na ideia de que o PSD escolheu um modo perigoso de fazer campanha, ao insistir nas críticas à lei da imigração. Ana Catarina Mendes, secretária-geral adjunta do PS, esteve esta quarta-feira em campanha no distrito de Évora.

  • Troca de argumentos entre Medina e Cristas marca campanha em Lisboa
    2:34

    Autárquicas 2017

    Esta quarta-feira o dia de campanha em Lisboa ficou marcado por uma troca de argumentos entre Fernando Medina e Assunção Cristas. O atual presidente da Câmara acusa a candidata do CDS de não respeitar os lisboetas por admitir que pode não exercer o cargo de vereadora até ao fim do mandato. Já Assunção Cristas garante que se for eleita cumpre o mandato até ao fim.

  • Furacão Maria já causou pelo menos nove mortes

    Mundo

    O furacão Maria já causou pelo menos nove mortos durante a sua passagem pelas Antilhas Menores, tendo baixando para uma tempestade de grau três depois de atravessar Porto Rico, segundo as autoridades.

  • Como mudar um templo com 135 anos e 2 mil toneladas... de lugar

    Mundo

    Um templo budista do século XIX é um dos mais populares em Xangai, na China. Visitado diariamente por milhares de pessoas, precisava de ser relocalizado para evitar que uma tragédia acontecesse. E mesmo pesando cerca de duas mil toneladas, a missão acabou por se provar possível.

  • Casal morre com horas de diferença depois de 75 anos de casamento

    Mundo

    George e Jean Spear morreram no passado dia 15 de setembro, no hospital de Queensway Carleton, em Ottawa (Canadá), depois de terem celebrado 75 anos de casamento em agosto. A britânica de 94 anos conheceu o candaniano em 1941, num salão de bailes, em Londres. George Spear servia as Forças Armadas durante a Segunda Guerra Mundial.

    SIC