sicnot

Perfil

Mundo

Bélgica entrega à justiça francesa suspeito dos atentados de Bruxelas e Paris

AP

A Bélgica entregou esta segunda-feira por um dia às autoridades francesas Mohamed Abrini, um dos suspeitos do atentado contra o aeroporto de Bruxelas de 22 de março e colaborador direto nos preparativos dos ataques Paris, informou a procuradoria federal.

"No âmbito da investigação após os atentados de Paris de 13 de novembro de 2015, Mohamed Abrini foi entregue às autoridades judiciais francesas por um período de um dia", indicou a procuradoria, em comunicado.

Os advogados de Abrini disseram esta segunda-feira que o seu cliente é acusado em França pelos atentados de Paris, que fizeram 130 mortos."O juiz de instrução não lhe fez perguntas", acrescentaram os advogados, Emmanuel Pierrat e Stanislas Eskenazi, citados pela France Presse.

Abrini, presumível membro do comando terrorista que organizou o atentado no aeroporto de Bruxelas a 22 de março e vinculado também aos atentados de Paris, deixou claro no verão passado que queria cumprir a sua pena na Bélgica e não em França.

O suspeito está detido numa prisão de Nivelles (sul da Bélgica).A 23 de junho, um tribunal de Bruxelas executou a ordem de captura europeia emitida pelas autoridades judiciais francesas contra Abrini e foi dada luz verde à sua entrega a França.

A decisão de entrega de Abrini a França foi em parte revogada pelo tribunal da relação belga, que aceitou a transferência na condição de o suspeito ser julgado em França e devolvido à Bélgica para cumprir a pena.

Lusa

  • Enfermeiros especialistas em saúde materna retomam protesto 

    País

    Os enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia voltam quinta-feira de manhã a interromper as funções especializadas, o que pode afetar blocos de parto e maternidades. Queixam-se de "falta de resposta política adequada" e "ausência de acordos sérios".

  • Cristas vaiada em bairro de Chelas
    1:44

    Autárquicas 2017

    Assunção Cristas promete mudanças na Gebalis, a empresa municipal que gere os bairros sociais em Lisboa. Esta manhã, a candidata do CDS à câmara visitou um bairro de Chelas, onde foi vaiada por alguns populares.

  • Prestação da casa aumenta pela primeira vez desde 2014
    1:17

    Economia

    Pela primeira vez em três anos, as taxas de juro do crédito à habitação, estão a subir. A subida é de apenas 1 euro, mas é a primeira desde 2014, depois de em maio deste ano ter estabilizado e em junho ter descido. A justificação para este aumento é a evolução das taxas euribor.

  • "Em vez de ajudarem, estavam a tirar fotos dela a morrer"
    1:13
  • Criança irrequieta domina noticiário britânico
    1:19