sicnot

Perfil

Mundo

Democratas unem esforços para travar Trump

© Aaron Bernstein / Reuters

Alimentados pela revolta contra as recentes medidas de Donald Trump, os democratas norte-americanos estão a reunir forças para responder à nova administração. Ontem, no Congresso, lançaram aquilo que, dizem, será uma "luta prolongada" em várias frentes e que vai incluir a aprovação de duas propostas de lei para revogar o decreto de Trump e limitar a autoridade executiva do Presidente em matérias de imigração.

Os planos representam uma viragem vital na estratégia democrata, depois de várias semanas a tentar trabalhar com Trump e com os republicanos em áreas de acordo - uma tentativa que saiu gorada, com Trump a "esfarrapar a Constituição", como afirmou um conselheiro da Casa Branca citado pelo Washington Post.

"Deveríamos estar a usar o nosso tempo a falar das consequências perigosas para a segurança nacional dos EUA desta nova ordem presidencial", referiu entretanto o senador Chris Murphy.

"Espero que os democratas se ergam e usem todas as ferramentas que têm, incluindo a obstrução", declarou o ex-secretário do Trabalho Tom Perez.

Por outro lado, o decreto para a suspensão temporária do programa de acolhimento de refugiados mereceu também críticas e protestos do próprio Partido Republicano, que exige a sua revisão ou revogação.

Pelo menos um dúzia de legisladores e conselheiros afirmaram ontem que a medida de Trump os apanhou de surpresa e expressaram preocupação face às consequências da ordem.

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John Mccain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06
  • Menos casos de sida em Portugal
    1:44