sicnot

Perfil

Mundo

Quatro zebras transferidas de Israel para zoo na Cisjordânia

Boris Roessler / AP

No Médio Oriente não há animais israelitas ou palestinianos. Depois de, em 2016, vários bichos terem sido transferidos de um jardim zoológico degradado na Faixa de Gaza, agora foi a vez de quatro zebras encontrarem uma nova casa.

Dois machos e duas fêmeas zebras foram hoje transferidas do safari israelita de Ramt Gan, perto de Telavive, para o jardim zoológico palestiniano de Qalqilya, no norte da Cisjordânia ocupada.

O organismo do Ministério da Defesa que coordena as atividades israelitas nos territórios palestinianos ocupados pelo Estado hebreu, COGAT, anunciou que a transferência correu sem problemas.

"O COGAT, que é responsável pelos assuntos civis, já coordenou no passado a transferência [a partir de Israel] para a Judeia e Samaria [nome que Israel dá à Cisjordânia] de animais como leões e hipopótamos", diz em comunicado citado pela AFP.

Em agosto no ano passado, um tigre, duas tartarugas gigantes, um pelicano, um porco-espinho e vários macacos foram retirados de um zoo da Faixa de Gaza onde estavam a morrer à fome.

  • Marcelo de volta a casa após diagnóstico de gastroenterite aguda
    3:37
  • "Todas as decisões que tomei foi sempre a pensar no Sporting primeiro"
    2:08
  • Saransk tanto anseia por Ronaldo que até lhe fizeram um vídeo e uma música
    3:07
  • Portugal quer atrair imigrantes
    1:28

    País

    O Governo prepara-se para regularizar a situação de 30 mil imigrantes ilegais que vivem em Portugal. De acordo com a edição deste sábado do semanário Expresso, o Executivo pretende também abrir portas a 75 mil novos imigrantes por ano.