sicnot

Perfil

Mundo

Descobertos restos de um antigo continente

Um grupo de investigadores descobriu restos de um antigo continente, sob as águas das ilhas Maurícias, no oceano Índico. Com o nome de Gondwana, o continente ter-se-á desintegrado há 200 milhões de anos, quando o Madagáscar e a Índia se separaram.

Publicada na revista Nature, a descoberta acontece depois de ter sido encontrado zircónio com três mil milhões de anos, sobre a superfície das ilhas Maurícias.

O grupo de cientistas constatou que não é normal encontrar restos deste antigo mineral na numa ilha tão nova. Deste modo, concluíram que os restos encontrados no oceano Indico são uma parte de crosta, que mais tarde foi coberta por lava, durante as erupções vulcânicas na ilha.

"As Maurícias são uma ilha, e não existem rochas com mais de nove mil milhões de anos na ilha", disse o investigador Lewis Ashwal da Universidade sul-africana de Witwatersrand. "Contudo, ao estudarmos as rochas na ilha, descobrimos o zircónio com quase três mil milhões de anos."

Em tempos, o mundo foi formado por uma gigante massa terrestre, chamada Pangea, que foi separando-se lentamente até formar os continentes conhecidos hoje em dia.

Acredita-se que a Mauritia fez parte de uma "super-continente" chamado Gondwana, que se juntou com o Pangea e mais tarde se separou, formando assim a América do Sul, a Antártida, a África, o Madagáscar e a Austrália.

  • Conselho Europeu elege sedes de agências em novembro

    Mundo

    Os líderes da UE adotaram os critérios para a escolha das cidades que acolherão as sedes das agências europeias atualmente em Londres, uma das quais a do Medicamento, que Portugal quer receber, agendando a eleição para novembro.

  • Morreu Miguel Beleza, antigo ministro das Finanças e governador do BdP
    1:34
  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.