sicnot

Perfil

Mundo

Fenda numa das barreiras de gelo na Antártida com aumento muito rápido

John Sonntag

A Agência Espacial Europeia (ESA) alertou esta quarta-feira que uma das três fendas existentes na barreira de gelo Larsen, na Antártida, tem vindo a crescer "mais rapidamente que nunca" e está prestes a provocar a sua separação da costa.

Se uma barreira de gelo como esta se separar, o movimento dos glaciares localizados nas imediações pode acelerar-se, o que levaria à subida do nível do mar, alertaram especialistas daquela entidade.

A fenda no segmento Larsen C avançou cerca de 60 quilómetros desde janeiro de 2016 e 20 quilómetros desde o início de janeiro deste ano, atingindo já cerca de 175 quilómetros.

"Quando o icebergue se separar definitivamente da barreira de gelo, será um dos maiores jamais registados, embora seja difícil de prever quando vai acontecer", referiu a ESA em comunicado.Segundo a informação, a plataforma de gelo, de 350 metros de espessura, está unida à península antártica apenas por um ponto.

As plataformas de gelo são as porções da Antártida em que a camada de gelo está sobre o oceano e não sobre o solo.A ESA apontou que as barreiras Larsen A e Larsen B seguiram um processo semelhante, com fragmentações em 1995 e 2002, respetivamente.

Estes "diques" de gelo estão ligados aos glaciares em terra firme, desempenhando um papel importante como barreiras de contenção do gelo que se solta no mar.

No início de janeiro, cientistas da Universidade de Swansea, no País de Gales, no Reino Unido, tinham anunciado que um icebergue com cerca de 5.000 quilómetros quadrados, considerado um dos dez maiores jamais registados, estava perto de se desprender da Antártida.Referiam-se a uma comprida fenda no segmento Larsen C, localizado na costa oriental da península antártica, que tinha aumentado rapidamente em dezembro.

Segundo estimativas dos especialistas, se o gelo retido pela barreira Larsen C chegar ao mar, o nível dos oceanos poderá subir cerca de dez centímetros.

Lusa

  • Obrigada a vir dos EUA, de 3 em 3 semanas, para ver o filho
    2:00

    País

    O episódio de hoje de Vidas Suspensas envolve uma médica dentista norte-americana e um empresário português. Um exemplo do que acontece a muitos portugueses que casam com estrangeiros: quando se divorciam, coloca-se a questão de saber para que país vão os filhos.

    Hoje na SIC

  • "Não era o jogo ideal para estreia do videoárbitro"
    4:50
  • Tubarão com 2,7 metros salta para dentro de barco e ataca pescador

    Mundo

    Um australiano foi atacado por um tubarão branco quando estava a pescar na sua embarcação, em Evan Heads, Nova Gales do Sul, na costa Este da Austrália. O animal, com cerca de 200 quilos e 2,7 metros de comprimento, saltou para dentro do barco, derrubou o pescador e mordeu-lhe no braço.

    SIC

  • Uma em cada dez crianças já foi vítima de cyberbullying
    10:41
  • "Sou Presidente de uma pátria com os melhores bombeiros do mundo"
    1:20

    País

    O Presidente da Liga dos Bombeiros, Jaime Marta Soares, avisou este domingo o Governo de que os bombeiros admitem usar o machado da paz para fazer a guerra. Marcelo Rebelo de Sousa destacou o orgulho que sente em ser "Presidente de uma pátria que tem os melhores bombeiros do mundo".