sicnot

Perfil

Mundo

Irão confirma teste de míssil, mas garante que não viola acordo nuclear

Arquivo Reuters

© Reuters Photographer / Reuter

O ministro da Defesa iraniano, o general Hossein Dehghan, confirmou esta quarta-feira a realização de um ensaio com um míssil, denunciado pelos EUA, mas afirmou que o teste não constitui uma violação do acordo nuclear, noticia a agência Isna.

"Esta ação não está em contradição com o acordo nuclear nem com a resolução 2231", declarou Dehghan, acrescentando que "este ensaio surge na continuação do programa defensivo" do Irão.

A resolução 2231 "pede ao Irão que não realize qualquer atividade ligada a mísseis balísticos concebidos para transportar uma ogiva nuclear".

O Irão sempre disse que os seus mísseis não são concebidos para transportar armas nucleares.

"Nós temos um programa para produzir equipamentos defensivos no quadro dos nossos interesses nacionais e ninguém pode influenciar a nossa decisão", acrescentou.

A nova embaixadora norte-americana junto da ONU, Nikki Haley, afirmou na terça-feira que o teste feito no domingo pelo Irão de um míssil balístico de médio alcance é "absolutamente inaceitável".

"Confirmámos que o Irão testou um míssil de tamanho médio a 29 de janeiro, domingo. É absolutamente inaceitável", declarou no final de uma reunião de emergência do Conselho de Segurança das Nações Unidas, à porta fechada, sobre o assunto.

Lusa

  • Manifestações contra os incêndios um pouco por todo o país
    1:33

    País

    Estão marcadas para esta tarde várias manifestações contra os incêndios e as políticas florestais, mas também de homenagem às vítimas dos fogos que arrasaram o país. As iniciativas de protesto são quase todas organizadas através das redes sociais e por grupos de cidadãos.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.