sicnot

Perfil

Mundo

UE adverte Israel que novos colonatos podem tornar impossível solução de dois Estados

17ª - Federica Mogherini, Alta Representante da União Europeia para a Política Externa e Segurança.

© Ruben Sprich / Reuters

A chefe da diplomacia da União Europeia (UE) Federica Mogherini advertiu esta quarta-feira Israel de que a decisão de construir 3.000 novos fogos em colonatos nos territórios palestinianos ocupados pode "tornar impossível" a solução de dois Estados.

O anúncio "marca uma tendência muito preocupante e coloca um desafio direto às perspetivas de uma solução viável de dois Estados, que é cada vez mais difícil e corre o risco de se tornar impossível", afirmou Mogherini num comunicado.

Israel anunciou na terça-feira a construção de 3.000 novas residências na Cisjordânia, o quarto anúncio do género desde a tomada de posse do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, a 20 de janeiro.

A UE "lamenta profundamente que Israel avance com isto, apesar das contínuas e graves preocupação e objeções internacionais, constantemente suscitadas a todos os níveis", afirmou Mogherini.

Os colonatos na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental são considerados ilegais à luz do Direito Internacional e importantes obstáculos à paz.

"Uma solução negociada de dois Estados é a única maneira de corresponder às aspirações legítimas de ambas as partes e de alcançar uma paz duradoura", disse.

Lusa

  • Confirmados dois novos casos de legionella

    Legionella

    Dois novos casos de legionella foram esta quarta-feira confirmados. A informação foi avançada em comunicado pela Direção-Geral da Saúde. Tratam-se de duas pessoas com mais de 80 anos, internadas no Hospital São Francisco Xavier e no Egas Moniz, ambas em situação clínica estável.

  • Quem é o novo Presidente do Zimbabué?
    2:15

    Mundo

    Emmerson Mnangagwa é o sucessor de Robert Mugabe que regressou esta quarta-feira da África do Sul, onde estava refugiado. No primeiro discurso, o Presidente do Zimbabué falou de uma nova democracia no país. Mnangagwa, conhecido como crocodilo, é suspeito de atrocidades na guerra civil pós-independência. 

  • Diminuem as hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino
    3:09

    Mundo

    As hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino, desaparecido há 8 dias, começaram a diminuir, uma vez que o chamado "tempo de segurança" já foi ultrapassado. A Marinha portuguesa está a acompanhar o caso do submarino que está desaparecido há oito dias. As hipóteses de salvar os tripulantes vão diminuindo.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • O que aprendemos com secas anteriores?
    32:50