sicnot

Perfil

Mundo

Conversas telefónicas de Trump com líderes mundiais "azedam"

© Jonathan Ernst / Reuters

O telefonema entre o Presidente norte-americano e o primeiro-ministro australiano correu mal. A questão dos refugiados "azedou" a conversa, "até agora, a pior" com líderes mundiais, segundo o próprio Donald Trump. Também a chamada para o homólogo mexicano assumiu um tom ameaçador. Trump avisou Enrique Peña Nieto de que os EUA estão prontos a enviar tropas para o México para deter os "homens maus".

De acordo com a Associated Press (AP), que teve acesso a excertos da chamada entre Trump e Peña Nieto, não é claro o sentido que o Presidente dos EUA queria dar a "bad hombres" ("homens maus"), nem em que contesto foi feito o aviso. O México rejeita a ameaça de envio de tropas no telefonema que teve lugar na manhã de sexta-feira.

A AP refere que o tom das declarações às quais teve acesso mostra um estilo equivalente ao que Trump usava nos comícios. Já o porta-voz da presidência do México, Eduardo Sanchez, nega que o telefonema tenha sido hostil, garantindo que a conversa teve um "tom construtivo".

Donald Trump durante a conversa telefónica com Malcolm Turnbull, à sua frente estão o conselheiro para a Segurança Nacional, Michael Flynn, e o presidente do Conselho de Segurança Nacional, Steve Bannon.

Donald Trump durante a conversa telefónica com Malcolm Turnbull, à sua frente estão o conselheiro para a Segurança Nacional, Michael Flynn, e o presidente do Conselho de Segurança Nacional, Steve Bannon.

© Jonathan Ernst / Reuters

No sábado, a conversa entre o primeiro-ministro australiano e Donald Trump foi claramente negativa para ambas as partes. Malcolm Turnbull exigiu ao Presidente dos EUA o cumprimento do acordo sobre acolhimento de refugiados, estabelecido com a Administração Obama.

Segundo o The Washington Post, que cita fontes oficias do Governo norte-americano, a conversa que deveria ter durado uma hora, foi abruptamente interrompida por Trump ao fim de 25 minutos.

Mais tarde o Presidente dos EUA escreveu no Twitter: "vamos estudar esse acordo imbecil", referindo-se ao protocolo que estabelece o acolhimento nos Estados Unidos de 1.250 requerentes de asilo na Austrália.

Depois da assinatura do polémico diploma anti-imigração, na sexta-feira, Turnbull queria uma garantia por parte de Trump de que honraria o acordo com a Austrália. De acordo com o The Washington Post, a chamada terminou sem certezas sobre essa matéria.

  • Trump fala ao telefone com Putin, Merkel e Hollande

    Mundo

    Donald Trump falou este sábado ao telefone com Angela Merkel. Contudo, os telefonemas não ficam por aqui. Para este sábado, está marcada ainda uma conversa com Vladimir Putin. Os dois Presidentes vão falar ao telefone pela primeira vez, desde a tomada de posse.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51