sicnot

Perfil

Mundo

Filhos de François Fillon envolvidos na investigação sobre empregos "fictícios"

© Christian Hartmann / Reuters

Dois filhos do candidato presidencial francês François Fillon vão ser incluídos numa investigação judicial por suspeita de terem sido contratados para empregos fictícios, tal como a mulher do candidato, anunciou hoje a procuradoria para os crimes financeiros.

Marie e Charles Fillon foram contratados como assistentes parlamentares do seu pai a partir de setembro de 2005, quando este era senador. Na altura, ambos os filhos ainda estudavam e não exerciam profissionalmente como advogados.

Também a mulher de François Fillon, Penelope Fillon, está a ser investigada pelo mesmo delito. A imprensa francesa deu conta que a Penelope terá recebido cerca de 900 mil euros como assistente parlamentar do marido, mas que esse poderá ter sido um emprego fictício.

O diário "Le Parisien" indicou que se espera que ambos os filhos de Fillon sejam "rapidamente interrogados" pelos agentes do Gabinete Central de Luta contra a Corrupção e as Infrações Fiscais e Financeiras.

Os agentes deverão ainda fazer buscas no Senado francês para recolher material de prova.

O semanário satírico Le Canard Enchaîné revelou o escândalo na semana passada, quando escreveu que Penelope Fillon foi contratada como assistente parlamentar e colaboradora literária de uma revista. O jornal revela agora detalhes dos contratos relativos aos filhos.

Segundo o "Le Canard Enchaîné, duas semanas depois de ter sido eleito senador, a 01 de outubro de 2005, Fillon assinou um contrato com a sua filha Marie - que tinha, então, 23 anos - como assistente, com um salário inicial de 3.773 euros brutos mensais, que passaram a 3.814 euros até final do ano seguinte.

A 01 de janeiro de 2007 foi rendida nas mesmas funções por Charles, também com 23 anos na altura, com uma remuneração de 4.846 euros brutos mensais (ou seja, 27% mais do que a irmã) até 17 de junho desse ano. Ou seja, receberam ambos um total de 84.000 euros em dinheiros públicos.

O antigo primeiro-ministro acusou a esquerda de estar por detrás destas notícias e garantiu que manterá a candidatura à presidência "até ao fim"

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.