sicnot

Perfil

Mundo

Polícia israelita continua a evacuar sinagoga de Amona ocupada por jovens

Ariel Schalit

A polícia israelita continua esta quinta-feira, pelo segundo dia consecutivo, a evacuar o colonato judeu de Amona, onde dezenas de jovens permanecem ainda barricados dentro da sinagoga.

Nas últimas horas, agentes da polícia entraram à força na casa do líder do grupo de resistência que se nega a abandonar o lugar, contrariando uma ordem de despejo do Supremo Tribunal.

Na manhã desta quinta-feira, dezenas de jovens permaneciam barricados na sinagoga, onde a polícia tenta chegar a uma solução negociada, tendo em conta a sensibilidade religiosa de invadir um templo à força, informa a imprensa local.

"Falei com as forças de segurança para as acalmar, e para que os jovens não acabem feridos", disse Yair Frank, rabino do colonato e mediador entre as partes, segundo o portal de notícias Ynet.

Os ocupantes colocaram barras de ferro nas portas e janelas para impedir a entrada da polícia, que esta manhã permitiu a entrada de alguns jovens pelas janelas para que pudessem rezar pela última vez no local.

A evacuação do colonato, situado no coração do território palestiniano ocupado da Cisjordânia, começou na quarta-feira de manhã com o destacamento de cerca de 3.000 agentes e continuou pela madrugada.

No total, a polícia deu conta de 24 agentes feridos em distúrbios, e mais de 400 desalojados, entre residentes e manifestantes de outros locais que se deslocaram ao local para prestar apoio.

A evacuação de Amona foi ordenada pelo Supremo Tribunal israelita já que este colonato judeu, ao contrário de outros, foi erguido em propriedade privada palestiniana.

Lusa

  • Cessar-fogo violado na Síria
    1:37
  • Chuva regressa nos próximos dias
    1:30
  • Luso-canadiana quer atingir os 7 cumes mais altos dos 7 continentes
    2:08