sicnot

Perfil

Mundo

Cinco portugueses entre os 12 tripulantes resgatados nas Astúrias

Cinco dos 12 tripulantes resgatados após o naufrágio do barco de pesca que se afundou esta sexta-feira ao largo das Astúrias são portugueses e encontram-se "todos bem de saúde", afirmou à agência Lusa o Cônsul de Léon.

"Estão todos bem. Apresentavam sintomas de hipotermia e estão no hospital apenas por precaução", afirmou Eduardo Pereira.

O responsável pelo consulado de Portugal em Léon adiantou não lhe ter sido ainda fornecida informação sobre as zonas de origem dos cinco portugueses.

Os serviços de Salvamento Marítimo de Gijon informaram que todos os tripulantes do barco, construído em 1997, foram resgatados por dois helicópteros e apresentam sintomas de hipotermia.

Sete dos tripulantes foram transportados para o porto de El Musel, nas Astúrias, e os outros cinco para o porto de Viveiro, na Galiza.

O proprietário da embarcação, natural de Santander, disse que entre a tripulação há "vários portugueses e galegos", sem outros pormenores.

O barco, um atuneiro, naufragou hoje à tarde a cerca de 50 milhas a norte da costa de Navía, nas Astúrias.Após o pedido de socorro, as autoridades enviaram para a zona três helicópteros e três embarcações de salvamento.

Quando os meios chegaram ao local, encontraram os tripulantes em botes salva-vidas, segundo fontes dos serviços de emergência citadas pela agência Europa Press.

Lusa

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.