sicnot

Perfil

Mundo

OSCE denuncia expulsão de jornalista em ato público de Le Pen

© Benoit Tessier / Reuters

A representante da OSCE para a liberdade de imprensa denunciou esta sexta-feira a expulsão de um jornalista francês que perguntou a Marine Le Pen, candidata à presidência francesa, sobre a sua alegada má gestão de fundos como eurodeputada.

"Nenhuma violência, perseguição ou intimidação aos jornalistas é aceitável numa sociedade democrática", advertiu Dunja Mijatovic, responsável pelos 'media' da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) através de um comunicado emitido em Viena.

Mijatovic exprimiu a sua "preocupação" pelo caso do jornalista Paul Larrouturou, da emissora TMC, que foi "violentamente expulso" na quarta-feira por seguranças no decurso de um evento público e quando tentava colocar uma pergunta a Marine Le Pen, a candidata da Frente Nacional (FN, extrema-direita) à presidência francesa.

A representante da OSCE pediu às autoridades francesas uma investigação célere para exigir responsabilidades. Le Pen foi multada pelo Parlamento europeu (PE) por uma suposta irregularidade na gestão de 340.000 euros provenientes do seu salário como eurodeputada, que terá utilizado em despesas de pessoal com funcionários da FN que não efetuavam tarefas relacionadas com as suas funções no PE.

Lusa

  • Governo quer reduzir gastos com papel na função pública
    1:08

    Economia

    O Governo proibiu a livre utilização das impressoras pelos funcionários públicos. O ministro das Finanças quer assim reduzir em 20% a despesa em consumo de papel e, ao mesmo tempo, minimizar a perigosidades dos resíduos produzidos com as impressoras, no Estado.