sicnot

Perfil

Mundo

OSCE denuncia expulsão de jornalista em ato público de Le Pen

© Benoit Tessier / Reuters

A representante da OSCE para a liberdade de imprensa denunciou esta sexta-feira a expulsão de um jornalista francês que perguntou a Marine Le Pen, candidata à presidência francesa, sobre a sua alegada má gestão de fundos como eurodeputada.

"Nenhuma violência, perseguição ou intimidação aos jornalistas é aceitável numa sociedade democrática", advertiu Dunja Mijatovic, responsável pelos 'media' da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) através de um comunicado emitido em Viena.

Mijatovic exprimiu a sua "preocupação" pelo caso do jornalista Paul Larrouturou, da emissora TMC, que foi "violentamente expulso" na quarta-feira por seguranças no decurso de um evento público e quando tentava colocar uma pergunta a Marine Le Pen, a candidata da Frente Nacional (FN, extrema-direita) à presidência francesa.

A representante da OSCE pediu às autoridades francesas uma investigação célere para exigir responsabilidades. Le Pen foi multada pelo Parlamento europeu (PE) por uma suposta irregularidade na gestão de 340.000 euros provenientes do seu salário como eurodeputada, que terá utilizado em despesas de pessoal com funcionários da FN que não efetuavam tarefas relacionadas com as suas funções no PE.

Lusa

  • Confirmados dois novos casos de legionella

    Legionella

    Dois novos casos de legionella foram esta quarta-feira confirmados. A informação foi avançada em comunicado pela Direção-Geral da Saúde. Tratam-se de duas pessoas com mais de 80 anos, internadas no Hospital São Francisco Xavier e no Egas Moniz, ambas em situação clínica estável.

  • Quem é o novo Presidente do Zimbabué?
    2:15

    Mundo

    Emmerson Mnangagwa é o sucessor de Robert Mugabe que regressou esta quarta-feira da África do Sul, onde estava refugiado. No primeiro discurso, o Presidente do Zimbabué falou de uma nova democracia no país. Mnangagwa, conhecido como crocodilo, é suspeito de atrocidades na guerra civil pós-independência. 

  • Diminuem as hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino
    3:09

    Mundo

    As hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino, desaparecido há 8 dias, começaram a diminuir, uma vez que o chamado "tempo de segurança" já foi ultrapassado. A Marinha portuguesa está a acompanhar o caso do submarino que está desaparecido há oito dias. As hipóteses de salvar os tripulantes vão diminuindo.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • O que aprendemos com secas anteriores?
    32:50