sicnot

Perfil

Mundo

Oficial envolvida nos interrogatórios secretos de 11/9 nomeada número dois da CIA

© REUTERS FILE PHOTO / Reuters

Uma oficial de longa data da CIA alegadamente envolvida nos interrogatórios secretos realizados após os ataques de 11 de setembro foi nomeada esta quinta-feira número dois da CIA, agência de espionagem dos Estados Unidos.

Gina Haspel, que foi a primeira mulher a ser chefe de serviço à paisana da CIA, foi nomeada vice-diretora geral pelo novo direito, Mike Pompeo.

Haspel é uma veterana das operações de espionagem à paisana da agência, onde começou a trabalhar em 1985, e serviu em vários locais do mundo, incluindo um período na embaixada dos Estados Unidos em Londres nos anos 2000.

Segundo a imprensa norte-americana, Gina Haspel é conhecida por estar alegadamente envolvida em operações de interrogatório relacionadas com os ataques terroristas de 11 de setembro, que envolveram métodos de tortura, incluindo simulação de afogamento e outras técnicas igualmente duras.

"Gina é uma oficia exemplar e uma patriota devota com mais de 30 anos de experiência. É uma líder, com uma incrível capacidade de fazer as coisas e de inspirar os outros", referiu, em comunicado, Mike Pompeo.

Vários antigos chefes da CIA manifestaram já o seu apoio à nomeação de Gina Haspel.

Lusa

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".

  • Donald Trump admite tortura para combater terrorismo

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos voltou esta quarta-feira a ser polémico. Numa entrevista à estação ABC, que ainda vai ser ainda transmitida, Donald Trump disse que o fogo devia ser combatido com fogo e afirmou que a tortura pode ser um aliado na luta contra o terrorismo.

  • Sessão solene no Parlamento e desfile popular nas celebrações do 25 de Abril

    País

    Os 43 anos da Revolução dos Cravos são hoje comemorados com a sessão solene no Parlamento e o tradicional desfile popular, tendo o Presidente da República escolhido o 25 de Abril para condecorar, a título póstumo, Francisco Sá Carneiro. A SIC Notícias acompanha esta manhã a sessão solene na Assembleia da República. Veja aqui em direto.

  • Desconhecem-se as causas do incêndio na fábrica da Tratolixo
    0:43

    País

    Os moradores de Trajouce, em São Domingos de Rana, não ganharam para o susto com um incêndio nas instalações da empresa de resíduos Tratolixo.O alerta foi dado por populares e trabalhadores da empresa. O vento foi o maior problema dos bombeiros no combate às chamas durante a noite. No local estiveram 133 homens, apoiados por 51 viaturas.Desconhecem-se para já as causas do incêndio. O incêndio foi circunscrito de madrugada, mas pode demorar algumas horas a ser dominado.

  • ASAE encerra em média um restaurante por dia
    1:33
  • Duas execução no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.