sicnot

Perfil

Mundo

Oficial envolvida nos interrogatórios secretos de 11/9 nomeada número dois da CIA

© REUTERS FILE PHOTO / Reuters

Uma oficial de longa data da CIA alegadamente envolvida nos interrogatórios secretos realizados após os ataques de 11 de setembro foi nomeada esta quinta-feira número dois da CIA, agência de espionagem dos Estados Unidos.

Gina Haspel, que foi a primeira mulher a ser chefe de serviço à paisana da CIA, foi nomeada vice-diretora geral pelo novo direito, Mike Pompeo.

Haspel é uma veterana das operações de espionagem à paisana da agência, onde começou a trabalhar em 1985, e serviu em vários locais do mundo, incluindo um período na embaixada dos Estados Unidos em Londres nos anos 2000.

Segundo a imprensa norte-americana, Gina Haspel é conhecida por estar alegadamente envolvida em operações de interrogatório relacionadas com os ataques terroristas de 11 de setembro, que envolveram métodos de tortura, incluindo simulação de afogamento e outras técnicas igualmente duras.

"Gina é uma oficia exemplar e uma patriota devota com mais de 30 anos de experiência. É uma líder, com uma incrível capacidade de fazer as coisas e de inspirar os outros", referiu, em comunicado, Mike Pompeo.

Vários antigos chefes da CIA manifestaram já o seu apoio à nomeação de Gina Haspel.

Lusa

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".

  • Donald Trump admite tortura para combater terrorismo

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos voltou esta quarta-feira a ser polémico. Numa entrevista à estação ABC, que ainda vai ser ainda transmitida, Donald Trump disse que o fogo devia ser combatido com fogo e afirmou que a tortura pode ser um aliado na luta contra o terrorismo.

  • Confirmados dois novos casos de legionella

    Legionella

    Dois novos casos de legionella foram esta quarta-feira confirmados. A informação foi avançada em comunicado pela Direção-Geral da Saúde. Tratam-se de duas pessoas com mais de 80 anos, internadas no Hospital São Francisco Xavier e no Egas Moniz, ambas em situação clínica estável.

  • Quem é o novo Presidente do Zimbabué?
    2:15

    Mundo

    Emmerson Mnangagwa é o sucessor de Robert Mugabe que regressou esta quarta-feira da África do Sul, onde estava refugiado. No primeiro discurso, o Presidente do Zimbabué falou de uma nova democracia no país. Mnangagwa, conhecido como crocodilo, é suspeito de atrocidades na guerra civil pós-independência. 

  • Diminuem as hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino
    3:09

    Mundo

    As hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino, desaparecido há 8 dias, começaram a diminuir, uma vez que o chamado "tempo de segurança" já foi ultrapassado. A Marinha portuguesa está a acompanhar o caso do submarino que está desaparecido há oito dias. As hipóteses de salvar os tripulantes vão diminuindo.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • O que aprendemos com secas anteriores?
    32:50