sicnot

Perfil

Mundo

Polícia suspeita que autor do ataque no Louvre é um egípcio de 29 anos

A polícia francesa acredita que o homem que atacou e feriu esta sexta-feira um militar junto ao Museu do Louvre, em Paris, é um cidadão egípcio de 29 anos, noticiou a imprensa local.

Segundo o canal LCI, as forças de segurança analisaram o telemóvel do agressor e acreditam que se trata de Abdallah E-H. No entanto, até confirmar oficialmente a identidade, a polícia espera os resultados dos exames às impressões digitais e das análises ao ADN encontradas no aparelho.

A confirmar-se a identidade, o agressor chegou a França a 26 de janeiro, proveniente do Dubai, e não constava nos ficheiros dos serviços secretos.

Os investigadores estão, entretanto, a realizar buscas no distrito 8 de Paris, numa zona próxima aos Campos Elísios.

Cerca das 10:00 de hoje (9:00 em Lisboa) um homem armado com uma catana atacou um grupo de polícias e militares franceses no Carrossel do Louvre, um centro comercial subterrâneo junto ao Museu. O homem - que gritou "Alá é Grande" - feriu um dos militares na cabeça antes de um outro soldado o ter neutralizado com cinco disparos.

O agressor, que nunca chegou a entrar nas galerias do Museu, ficou ferido com gravidade e está internado no Hospital Georges Pompidou, de Paris.

A polícia esclareceu que o soldado atingido sofreu apenas ferimentos ligeiras e que o agressor não carregava explosivos nas mochilas que levava no momento do ataque.

Devido ao ataque, a galeria comercial e o Museu do Louvre foram evacuados, o que obrigou 1.200 pessoas a sair das instalações.

O Museu do Louvre, um dos mais visitados em todo o mundo (8,6 milhões de de entradas anuais), ficou fechado o resto do dia, mas reabre no sábado.

O presidente francês, François Hollande, reafirmou hoje em La Valletta - à margem da cimeira europeia - que foi a operação "Sentinelle", uma ação de vigilância aos locais mais sensíveis em França, que permitiu "impedir um ato cujo caráter terrorista não coloca qualquer dúvida".

"A ameaça continua lá, persiste, e nós devemos fazer-lhe frente", sublinhou o Presidente francês, acrescentando que foi por isso mesmo que as autoridades mobilizaram e vão continuar a mobilizar tantos recursos.

Nos dois últimos anos, a França viveu uma onda de ataques jihadistas que causaram 238 vítimas mortais, entre os quais o ataque contra a revista satírica "Charlie Hebdo", em janeiro de 2015, os atentados de 13 de novembro do mesmo ano em Paris e arredores e o atropelamento de uma multidão em Nice, a 14 de julho.

Lusa

  • Os 36 golos dos 16 avos da Liga Europa

    Liga Europa

    A jornada europeia ficou marcada, no panorama das equipas portuguesas, pelo apuramento do Sporting e pela eliminação do Sporting de Braga. Os leões passam assim a ser o único clube luso em prova na Liga Europa. Nos oitavos de final, o emblema de Alvalade pode encontrar adversários como o Arsenal, o Atlético de Madrid ou o AC Milan. O sorteio realiza-se esta sexta-feira, ao meio-dia. Aqui, veja ou reveja todos os golos da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa.

  • Coreia do Norte acusa Guterres de ser subordinado dos EUA

    Mundo

    A Coreia do Norte criticou esta quinta-feira o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, por apoiar sanções para pressionar o país a entrar em negociações com os Estados Unidos sobre a desnuclearização, referindo que tem atuado como um subordinado.

  • Não dá mais, Brasil!
    18:00
  • Escolas da Portela e Moscavide degradadas e com amianto
    3:00
  • O estranho caso do mergulhador Alejandro Ramos

    Mundo

    O mergulhador Alejandro Ramos tornou-se num caso de investigação do Centro Médico Naval do Peru, depois do seu corpo ter começado a inchar sem qualquer explicação aparente. Isto aconteceu há quatro anos, minutos depois de ter emergido da água, onde tinha estado a trabalhar durante muitas horas.

    SIC