sicnot

Perfil

Mundo

Juiz federal suspende ordem de Trump que proíbe entrada de imigrantes

Juiz federal suspende ordem de Trump que proíbe entrada de imigrantes

Um juiz federal norte-americano suspendeu temporariamente a ordem executiva de Donald Trump que proibia a entrada nos Estados Unidos de cidadãos de sete países de maioria muçulmana. A medida foi anunciada pelo Procurador-geral do Estado de Washington, Bob Ferguson.

Juízes federais de vários outros estados norte-americanos agiram contra a ordem executiva de Trump desde que entrou em vigor na passada sexta-feira, mas a decisão de Robart é aquela com maior alcance até agora.

A decisão surgiu depois de Ferguson ter apresentado uma ação legal para invalidar disposições essenciais da ordem executiva de Trump, que afasta refugiados sírios indefinidamente e bloqueia cidadãos do Irão, Iraque, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iémen de entrarem nos Estados Unidos por 90 dias.

Refugiados de outros países que não a Síria ficam impedidos de entrar por 120 dias."A Constituição prevaleceu hoje. Ninguém está acima da lei, nem sequer o Presidente", afirmou Ferguson.O governador de Washington, Jay Inslee, considerou a notícia uma "tremenda vitória" mas alertou que a batalha para derrubar a ordem executiva de Trump não acabou.

"Ainda há mais a fazer. A luta não está ainda ganha. Mas devemos sentir-nos encorajados pela vitória de hoje e mais convictos que nunca de que estamos a lutar no lado certo da história", afirmou em comunicado.Ferguson argumentou, na sua queixa, que a ordem do Presidente viola os direitos constitucionais dos imigrantes e das suas famílias, já que visa especificamente muçulmanos.

A Casa Brasnca já reagiu.

Com Lusa

  • "Esta é a Fatemeh, ela não é uma terrorista"
    0:49

    Mundo

    A congressista democrata Suzanne Bonamici mostrou uma fotografia da pequena Fatemah Reshad e apresentou o caso da bebé iraniana na Casa dos Representantes.A congressista de Oregon, onde residem o tio e os avós maternos da menina, fez duras críticas ao decreto de Trump que impede a entrada de cidadãos de sete países nos EUA.A menina sofre de problemas cardíacos e está dependente de uma cirurgia ao coração, nos EUA, para sobreviver.

  • Decisão de juiz federal poderá salvar a vida deste bebé

    Mundo

    Uma bebé iraniana, de quatro meses, vai agora poder entrar nos EUA e fazer a cirurgia que lhe vai salvar a vida. A menina, com problema cardíacos, estava impedida de entrar nos Estados Unidos devido às medidas anti-imigração de Donald Trump. A família tinha viajado até ao Dubai, mas foi repatriada para o Irão. Agora já vai conseguir viajar para os Estados Unidos.

  • Troika nem sempre protegeu os mais vulneráveis, conclui avaliação do FMI

    Economia

    O organismo de avaliação independente do FMI concluiu que as medidas aplicadas pela troika em Portugal nem sempre protegeram as pessoas com menos rendimentos, apontando que a primeira preocupação do Fundo era a redução dos défices, apurou o gabinete independente de avaliação do Fundo Monetário Internacional (FMI),