sicnot

Perfil

Mundo

Museu do Louvre reabre portas um dia depois de ataque

Kamil Zihnioglu

O Museu do Louvre, em Paris, reabriu hoje às 09:30 (08:30 em Lisboa), quase 24 horas depois de um homem armado com facas ter atacado um militar enquanto gritava "Alá é Grande!" e ser atingido a tiro.

O estado de saúde do suspeito melhorou hoje e "o seu prognóstico vital não está em causa", segundo fonte próxima do inquérito citada pela agência France-Presse.


Gravemente ferido no abdómen pelos tiros disparado por um militar, o atacante, que segundo as primeiras informações é um egípcio de 29 anos residente nos Emirados Árabes Unidos, está entubado e incapaz de comunicar, pelo que não foi interrogado até ao momento.

O incidente de sexta-feira foi qualificado pelas autoridades de "ataque terrorista".

As autoridades estão hoje a analisar as comunicações no Twitter de um egípcio chamado Abdallah El Hamahmy, em cuja conta foi publicada uma dezena de mensagens em árabe minutos depois do ataque, entre as 09:27 e as 09:34 de sexta-feira.

"Em nome de Alá... para os nossos irmãos na Síria e combatentes em todo o mundo", escreveu El Hamahmy, um minuto antes de publicar outro 'tweet' com uma referência ao grupo extremista Estado Islâmico.

A suspeita de que El Hamahmy é o autor do ataque baseia-se na análise do seu telemóvel e de um 'tablet'.

As autoridades determinaram que Hamahmy entrou ilegalmente em França, num voo do Dubai, a 26 de janeiro, e alugou um apartamento caro perto dos Campos Elíseos, segundo fontes ligadas ao processo citadas pela mesma agência.

  • Novo dia de protestos contra expropriações na ilha do Farol
    2:30

    País

    A sociedade Polis Ria Formosa concluiu a tomada de posse das construções identificadas como ilegais na ilha do Farol, na Ria Formosa, em Faro. No segundo dia da operação, sob fortes protestos da população, os técnicos da Polis, escoltados pela Polícia Marítima, expropriaram hoje mais 18 construções.

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira