sicnot

Perfil

Mundo

Trump vai recorrer da decisão do juiz federal que suspende ordem anti-imigração

Trump vai recorrer da decisão do juiz federal que suspende ordem anti-imigração

Nos Estados Unidos, um juiz federal de Seattle suspendeu a ordem de Donald Trump que proibe a entrada de cidadãos de sete países muçulmanos. A Casa Branca considera que a decisão é ultrajante e vai agora recorrer. Seja como for, várias companhias aéreas já estão a permitir a entrada destes cidadãos a bordo dos aviões que viajam para América.

  • Decisão de juiz federal poderá salvar a vida deste bebé

    Mundo

    Uma bebé iraniana, de quatro meses, vai agora poder entrar nos EUA e fazer a cirurgia que lhe vai salvar a vida. A menina, com problema cardíacos, estava impedida de entrar nos Estados Unidos devido às medidas anti-imigração de Donald Trump. A família tinha viajado até ao Dubai, mas foi repatriada para o Irão. Agora já vai conseguir viajar para os Estados Unidos.

  • "Esta é a Fatemeh, ela não é uma terrorista"
    0:49

    Mundo

    A congressista democrata Suzanne Bonamici mostrou uma fotografia da pequena Fatemah Reshad e apresentou o caso da bebé iraniana na Casa dos Representantes.A congressista de Oregon, onde residem o tio e os avós maternos da menina, fez duras críticas ao decreto de Trump que impede a entrada de cidadãos de sete países nos EUA.A menina sofre de problemas cardíacos e está dependente de uma cirurgia ao coração, nos EUA, para sobreviver.

  • Roger Moore, o ator que foi 007 e um Santo
    1:26

    Cultura

    Morreu Roger Moore. O ator britânico tinha 89 anos e morreu na Suíça, vítima de cancro. Ficou conhecido pelo mítico papel de James Bond entre os anos 70 e 80, tendo sido o ator que mais tempo se manteve no papel. Em 2003, foi condecorado pela rainha Isabel II e tornou-se Sir Roger Moore.

  • Ucrânia limita utilização do russo na televisão

    Mundo

    O Parlamento da Ucrânia aprovou esta terça-feira uma lei que determina que três quartos dos programas televisivos dos canais nacionais devem ser transmitidos em ucraniano, medida que visa limitar o uso da língua russa naquele país.